03/11/2017 09h30

Após espancar mulher, homem invade hospital com faca para matá-la

O suspeito entrou na unidade, tentou golpear um funcionário e ainda feriu a irmã

Campograndenews
 

Carlos Paredes Soares, de 29 anos, foi preso após espancar a esposa, de 28 anos e invadir o hospital para onde ela foi socorrida para matá-la, em Bonito - a 257 quilômetros de Campo Grande. A mulher foi encontrada ferida pela cunhada e socorrida, mas precisou fugir depois que o marido invadiu a enfermaria com uma faca. O suspeito ainda feriu a própria irmã e tentou esfaquear um funcionário.

De acordo com o boletim de ocorrência o caso aconteceu nesta quinta-feira (2). A mulher de 28 anos foi levada para o hospital municipal após ser encontrada pela cunhada, com vários ferimentos pelo corpo. Assim que a vítima deu encontrada na unidade, a Polícia Militar da cidade foi acionada.

Aos policiais a vítima explicou que o marido a trancou no banheiro e a espancou. Ela conseguiu escapar e se escondeu na casa de vizinhos até ser socorrida pela irmã do agressor. Com o depoimento, os policiais deixaram o hospital para realizar buscas pelo autor, mas neste tempo o homem invadiu a unidade com uma faca na mão.

Afirmando que mataria a mulher, Carlos ameaçou duas enfermeiras para conseguir entrar onde ela estava. Um terceiro funcionário, de 36 anos, interviu na situação e quase foi esfaqueado pelo autor. Nervoso, o homem ainda empurrou a porta da sala de raio x e derrubou a própria irmã, que tentava proteger a cunhada.

Mais uma vez a vítima fugiu. Entrou em um veículo da Funai (Fundação Nacional do Índio) e foi levada pelo motorista até a Delegacia de Polícia da Cidade. Enquanto isso, a Polícia Militar foi novamente chamada pelo hospital e encontrou Carlos sentado no carro, no estacionamento do local, com uma faca na mão e outra no bolso.

A vítima precisou ser novamente levada ao hospital e segundo o registro policial, estava em estado de choque quando chegou à delegacia. A cunhada dela, por conta da queda, sofreu um ferimento na cabeça e precisou ficar internada em observação. O suspeito foi preso em flagrante por lesão corporal dolosa (violência doméstica), ameaça e lesão corporal culposa.

Envie seu Comentário