05/02/2018 08h20

Caçadores são presos com animal abatido, armas e munições ilegais

Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil.

Douradosnews
 
 

Policiais Militares Ambientais de Batayporã realizavam patrulhamento terrestre no município de Nova Andradina na tarde de sábado, dia 03 de fevereiro, quando prenderam em uma fazenda canavieira, dois caçadores com armas, munições e carne de um animal abatido. Segundo os caçadores, o animal abatido seria um javali, animal com caça permitida, porém, sem permissão de transporte da carne, por questões sanitárias.

Com os infratores, de 51 e 70 anos, residentes em Nova Andradina, foram apreendidas: duas espingardas, sendo, uma calibre 32 e uma calibre 36, com cinco munições de cada calibre, além de 10 quilos de carne de animal que haviam abatido. As armas e munições não possuíam documentação.

Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, onde foram autuados em flagrante por crime de porte ilegal de arma. A pena pelo porte ilegal de arma é de dois a quatro anos de detenção.

A carne será periciada. Caso se comprove que seja de animal silvestre, os dois presos também responderão por crime ambiental de caça ilegal. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão, aumentada de meio ano, se for animal silvestre constante na lista de espécies em extinção.

Os infratores também poderão ser autuados administrativamente e multados em R$ 5.000,00 se for animal silvestre em extinção e R$ 500,00 se não constar da lista de espécie em extinção.

Envie seu Comentário