02/02/2018 12h30

Casal é preso com 100 quilos de maconha enterrada em propriedade rural

No local foi encontrado uma espingarda de ar comprimido, que estava jogada no lixo

Douradosnews
 
 

Um casal foi preso na manhã desta sexta-feira (2), por Policiais Militares Forca Tática, do 16ºBPM de Fátima de Sul, em cumprimento ao mandado de busca e apreensão, expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Deodápolis

De acordo com o registro policial, Alberto Ricardo Claudino Alves, de 38 anos, e sua convivente Aline Teixeira do Amaral, e uma criança de 2 anos, filha do casal, residiam na Zona Rural, na 10ª Linha, no município de Deodápolis, onde praticava a comercialização de drogas.

Durante as buscas, Alberto negou que houvesse qualquer entorpecente ou arma no interior da residência, porém, durante as buscas realizadas pelos militares, foi encontrado um pequeno pedaço de maconha e farelos da droga.

Dando sequência às vistorias no sítio, foi localizada uma grande quantidade de maconha, que estava enterrada há aproximadamente 30 metros da residência ao lado de uma ‘moita’ de bambu, sendo que alguns tabletes dentro de sacos plásticos e outros dentro de um tambor de 200 litros de cor azul, totalizando 94 (noventa e quatro) tabletes, os quais estavam úmidos sujos de barro e uma vez pesadas totalizaram a quantidade de 94,550 kg.

No local foi encontrado uma espingarda de ar comprimido, que estava jogada no lixo, a qual aparenta estar adaptada para arma de fogo calibre .22, em péssimo estado de conservação e sem condições de funcionamento e será encaminhada à exame pericial para verificar as condições gerais da mesma.

O casal foi encaminhado para a Delegacia de Polícia, onde foram apresentados à Autoridade Policial juntamente com a droga apreendida.

Envie seu Comentário