10/11/2017 08h30

Em 24 horas, segundo ciclista morre atropelado por caminhão

O ciclista tinha 60 anos de idade e morreu no local.

Midiamax
 
 
Foto: Cido Costa (Dourados Agora)Foto: Cido Costa (Dourados Agora)

Ciclista de 60 anos morreu no fim da tarde desta quinta-feira (9), depois de ser atropelado por um caminhão no cruzamento da avenida Marcelino Pires com a Rua Coronel Ponciano, no Centro de Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande. Esta é a segunda morte de ciclista por atropelamento registrada na cidade em menos de 24 horas.

De acordo com informações do site Dourados News, Antônio Osni Machado, conhecido como Toninho Encanador, seguia pela Rua Coronel Ponciano e colidiu contra a lateral do caminhão que seguia no mesmo sentido e se preparava para acessar a Avenida Marcelino Pires.

O condutor do veículo, de 39 anos, disse que não percebeu o momento em que a vítima se aproximou. O idoso foi atropelado e morreu no local.

Guardas municipais e policiais militares tiveram que sinalizar o fluxo de veículos que ficou comprometido na região.

Outro acidente

Esse é o segundo acidente envolvendo ciclista em Dourados em menos de 24 horas. Na noite desta quarta-feira (8), jovem de 18 anos identificado como Italo Gustavo Ortiz Hal morreu depois de ser atropelado por um caminhão quando saía do trabalho.

Informações são de que Italo seguia pela BR-163 quando foi atravessar a pista e acabou sendo atropelado pelo caminhão com placas do Rio Grande do Sul. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, levado para o hospital, mas devido à gravidade dos ferimentos acabou não resistindo e morrendo na madrugada desta quinta-feira (9).

Envie seu Comentário