19/09/2017 13h50

Filha e genro fogem de velório após confirmação de assassinato de idoso

Vítima estava com ferimentos a faca nas nádegas

Midiamax
 
 

Após a confirmação de exame feitos pelo IML (Instituto de Medicina Legal) da cidade de Rio Brilhante- distante 158 quilômetros de Campo Grande- de que o idoso Adão Luiz de Souza Xavier, de 61 anos teria sido assassinado, a filha da vítima e o genro acabaram fugindo do velório.

O laudo apontou que a morte foi causada por uma hemorragia interna, por causa, de um ferimento de arma branca nas nádegas. O corpo estava sendo velado quando familiares receberam a notícia sobre o homicídio.

Segundo informações neste momento a filha de Adão e seu marido teriam fugido do velório e não foram encontrados pelos policiais. O caso ainda está sob investigação, e de acordo com o site Rio Brilhante em Tempo Real nenhuma hipótese é descartada.

Na residência onde foi encontrado o corpo do idoso, a filha e o genro estavam em visível estado de embriaguez e teriam dito à polícia que estavam catando latinhas e quando chegaram à casa da vítima, que mora ao lado do casal, o encontraram caído no chão.

Já sobre as manchas de sangue encontradas pela perícia no chão da cozinha, eles teriam dito que Adão sofria de problemas de saúde.

O corpo foi encontrado no domingo (17) pela filha de Adão que mora ao lado da residência do pai. O corpo estava com uma perfuração de faca nas nádegas. Ela disse que com a ajuda do marido ainda colocaram Adão na cama, mas perceberam que ele não se mexia.

Envie seu Comentário