05/03/2018 08h20

Governo vai contratar mais 1 mil policiais para reforçar combate à criminalidade

Um dos objetivos é dobrar o número de agentes na fronteira.

Agência Brasil
 
 
Divulgação/Polícia FederalDivulgação/Polícia Federal

O Ministério Extraordinário da Segurança Pública irá realizar concursos para a contratação de mais 1 mil pessoas para as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), adiantou o ministro da pasta, Raul Jungmann.

Um dos objetivos é dobrar o número de agentes na fronteira. Esta é mais uma ação do Governo do Brasil para garantir a segurança pública em todo o País, além da criação do novo ministério, com orçamento de R$ 2,7 bilhões.

Ações contra a criminalidade

Em janeiro, o presidente da República, Michel Temer, assinou decreto que determinou a intervenção federal no Rio de Janeiro, transferindo as responsabilidades ligadas à segurança pública e sistema carcerário ao general de Exército Walter Souza Braga Netto.

Também em janeiro, foi enviada força-tarefa policial ao Ceará, formada por 36 pessoas (26 da PF e 10 da Força Nacional), para ajudar os agentes que trabalham no estado, em especial no combate ao crime organizado.

Equipe da pasta

Segundo Jungmann, a equipe da nova pasta será formada pelo general Carlos Alberto Santos Cruz (secretaria-executiva e Secretaria Nacional de Segurança Pública); pelo diplomata Alessandro Candeas (chefe de gabinete); delegado Rogério Galloro (diretor da PF); Renato Borges Dias (direção da PRF), e por Carlos Felipe de Alencastro (diretor do Departamento Penitenciário Nacional).

Envie seu Comentário