23/02/2018 07h40

Homem que matou ex-esposa durante chá de bebê é condenado a 12 anos de prisão

A juíza considerou suficientes os indícios do crime de feminicídio.

Campograndenews
 
 
Silvano foi encontrado pela polícia vivendo em um buraco. (Foto: WhatsApp/ Nova News) Silvano foi encontrado pela polícia vivendo em um buraco. (Foto: WhatsApp/ Nova News)

A justiça condenou a 12 anos de prisão, Silvano Aparecido dos Santos, de 37 anos, por ter matado a esposa a facadas durante um chá de bebê na casa da irmã da vítima em Anaurilândia, cidade a 371 quilômetros da Capital.

O crime ocorreu na noite do dia 04 de junho de 2016. A mulher foi atingida na barriga e em seguida o acusado fugiu do local. No entanto, oito dias depois Silvano foi encontrado pela polícia escondido em um buraco pela zona rural de Presidente Epitácio, no estado de São Paulo e desde então ele estava preso.

Em sessão nesta quarta-feira (22) pela cidade, a juíza Camila de Melo Mattioli Gusmão Serra Figueiredo, considerou suficientes os indícios do crime de feminicídio.

Envie seu Comentário