MS tem sete presos em ação da polícia de São Paulo contra o PCC

Ao todo são 75 mandados de prisão e 59 de busca em 14 estados

14/06/2018 09h50 - Correio do Estado

 
Garras, Deco, Derf e Denar são delegacias do Estado em apoio à ação - Foto: Valdenir Rezende/Correio do EstadoGarras, Deco, Derf e Denar são delegacias do Estado em apoio à ação - Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
 

Entre os presos na Capital está Ioneide Benites Fontes, de 37 anos. Ela é esposa de um integrante do PCC que está preso no presídio de segurança máxima. Na casa dela seria cumprido apenas um mandado de busca e apreensão, mas os policiais encontraram um revólver calibre 32, porções de crack e outros objetos utilizados no preparo de drogas para o tráfico. Por isso, ela acabou presa em flagrante e encaminhada à Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras), que dá apoio aqui no Estado.

Além da Capital, que totalizou três mandados de prisão contra detentos dos presídios Federal, Máxima e Gameleira, outras cidades do interior do Estado também tiveram atuação da Polícia Civil nesta manhã. Em Naviraí, um mandado de prisão contra um detendo e três de busca e apreensão foram cumpridos. Em Dourados foi cumprido outro mandado de prisão contra detento.

Já nos municípios de Coronel Sapucaia e Nova Andradina, um mandado de busca e apreensão em cada cidade foi cumprido. A delegacia de Presidente Prudente é responsável pelas ações em Mato Grosso do Sul e nos municípios de Lavínia, Valparaíso e Mirandópolis, no interior de São Paulo.

Aqui no Estado, além do Garras, as delegacias especializadas de Combate ao Crime Organizado (Deco), de Roubos e Furtos (Derf) e de Repressão ao Narcotráfico (Denar) também deram apoio durante a operação.

Envie seu Comentário