Bournemouth

Mulher ataca rival com salto do sapato e vítima quase fica cega

Agressora escapou de ir 'em cana' por ser mãe de uma menina de 4 anos

15/03/2019 08h30 - "The Sun".

 

A disputa por uma mesa numa casa noturna acabou mal na Inglaterra: uma mulher agrediu a outra com o salto do sapato; a vítima quase ficou cega do olho esquerdo. A agressora foi a julgamento, mas escapou da prisão.

O barraco aconteceu na boate Canvas, na cidade de Bournemouth, a 170 km de Londres. Georgina Scott-Andrews, de 47 anos, saiu para dançar com amigas e poderia ter tido uma noite agradável se não tivesse encontrado Mercedes Eyre, de 28.

Georgina saiu de pista de dança e sentou-se para descansar. Ela foi advertida rudemente por Mercedes que a mesa estava ocupada. Georgina se levantou, mas ao perceber que esquecera sua bebida, voltou. Então começou o furdunço. Sem sair da cadeira, Mercedes levantou a perna e atingiu a vítima com o salto agulha. Georgina foi ao chão, mas a agressora não se deu por satisfeita e começou a espancá-la.

A vítima foi socorrida e levada para o banheiro. "Meu olho estava inchado, não consegui enxergar direito e meu peito ficou dolorido por dias. Se o salto fosse um pouquinho menor, talvez tivesse atingido meu olho e me deixado cega", relatou ao tribunal.

Ela levou 13 pontos no rosto e ainda teme perder a visão. Mercedes admitiu a agressão e caiu em prantos quando o juiz afirmou que a livraria da cadeia por ser mãe de uma menina de 4 anos. As informações são do tabloide britânico "The Sun".

Envie seu Comentário