05/12/2017 16h30

PF apura furto de caminhonete e nobreaks da Funai em Campo Grande.

O próprio coordenador regional do órgão, Paulo Rios, chamou a PF.

Campograndenews
 
 
Viatura da PF na Funai (Foto: Paulo Francis).Viatura da PF na Funai (Foto: Paulo Francis).

A Polícia Federal investiga o furto de uma caminhonete Triton L200 que pertence a Fundação Nacional do Índio. O veículo desapareceu da sede da Funai em Campo Grande na madrugada desta terça-feira (5).

O próprio coordenador regional do órgão, Paulo Rios, chamou a PF. Agentes passaram a manhã na superintendência, mas saíram do local sem falar com a reportagem.

Paulo revelou a reportagem que além do veículo funcional, que estava com o tanque cheio, nobreaks de computadores foram levados. "Foram oito ou dez, ainda estamos levantando o prejuízo. Mas, como não temos mais nada de valor, mexeram na papelada, mas não levaram mais nada".

O coordenador contou ainda que a Funai de Campo Grande está de mudança para o prédio da União na rua 7 de Setembro, justamente porque a atual sede está sucateada e não oferece segurança. "Ontem [segunda-feira, 4] saiu a portaria autorizando a mudança. É questão de tempo para a gente organizar, mas acho que até o fim do ano já estaremos no imóvel novo".

Presente de aniversário – A Funai completa hoje 50 anos de criação. "Tínhamos programado um café-da-manhã para comemorar os 50 anos da Funai e ganhamos isso de presente".

A Polícia Federal fez perícia no prédio em busca de pistas dos criminosos.

A caminhonete é branca, do ano de 2013 e tem placas NRZ-3119.

Envie seu Comentário