24/01/2018 06h10

PM acusado de atirar no adolescente Alêeh Molina, em Ponta Porã, é condenado a 12 anos de prisão

O Juri popular aconteceu em Dourados, ontem, terça-feira, dia 23 de janeiro, às 13h30min.

Por: Dora Nunes
 
 

O policial militar Nader Cáceres Charif, de 27 anos, foi levado a júri popular na terça-feira, dia 23, acusado de atirar em um adolescente quando ele tentou fugir de uma blitz, no dia 21 de maio de 2013, por volta das 23h30, em Ponta Porã-MS.

Alessandro Molina, de 17 anos, voltava do trabalho, conduzindo uma motocicleta de origem estrangeira e levando outro adolescente de carona, quando avistou a blitz na rua Pedro Ângelo da Rosa. Alêeh pediu que o passageiro descesse e fez uma manobra de retorno para fugir. Nesse momento, o policial correu atrás do motociclista e atirou várias vezes. Um tiro acertou as costas do adolescente que faleceu.

Num primeiro momento, o policial disse que os tiros foram acidentais; depois alegou legítima defesa e que estava cumprindo o seu dever.

Porém, pelos jurados, o policial foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado, pela morte de Alessandro Molina, carinhosamente conhecido como Alêeh.

A família do jovem fez um desabafo na rede social, na madrugada dessa quarta-feira, dia 24. Veja:

"Acabamos de chegar de Dourados depois de 11 hs e 20 minutos de julgamento os jurados decidiram condenar o Réu o, (Es) policial militar Nader com 12 anos de prisão em regime fechado.

Voltamos com a Vitória

Mas sem nosso Alêeh Molina

Mas com a alma aliviada que a justiça foi feita! Ela tardou mas nao falhou!Agradecemos a todos que estiverao ali presente com nós e todos aqueles que ficaram torcendo e orando juntos meu muito obrigado!

Obrigado a todos pelo carinho

Muito obrigado meu Deus pelo dia de hj! "

Envie seu Comentário