22/11/2017 08h40

PMs e Conselho tutelar prendem mulher por desacato e homem por violência sexual contra criança

A mulher e homem foram encaminhados a Delegacia de Antônio João.

Divulgação (TP)
 
 

Homens da Policia Militar lotados na cidade de Antônio João em ação conjunta com Conselho Tutelar de prendeu mulher por ameaça e desacato, e homem autor de violência sexual contra criança.

O fato ocorreu por volta das 13h30min de segunda-feira, (20), quando uma Guarnição PM do Pelotão de Antônio João/MS foi solicitada por uma equipe do conselho tutelar, os quais nos relataram que teriam sido desacatados, agredidos fisicamente e ameaçados por uma mulher identificada como L.B.M., de 44 anos de idade, segundo relato dos mesmos o fato ocorreu quando foram verificar uma denúncia anônima de que uma criança estaria sofrendo maus tratos em uma residência na vila Pôr Do Sol e que sua responsável estava em visível estado de embriagues.

No momento em que os conselheiros ao chegarem à residência constataram o fato e ao informar sobre a denúncia e que iriam encaminhar a menor identificada como A.V.M.M., de 04 anos de idade, ao CREAS, a autora da agressão passou a desacatar e ameaçar a equipe do conselho tutelar, atirando em sua direção pedaços de madeira que estava no quintal da residência.

Diante dos fatos, os Policiais acompanharam a equipe de conselheiros até o local informado, ao chegar à residência a autora foi identificada, sendo constatado que a mesma se apresentava em visível estado de embriagues, exalando forte odor etílico, a casa estava com moveis e utensílios domésticos todos jogados no chão.

Na residência além da menor e de sua mãe ainda se encontravam mais duas pessoas, sendo esses o avô da menor e um outro indivíduo o qual diz ser namorado da autora. A Guarnição PM determinou que a mulher entregasse sua filha aos conselheiros, momento em que a mesma começou a atirar objetos nos Policiais.

Diante dos fatos, a mulher foi detida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Antônio João/MS, para providências cabíveis e a menor foi encaminhada ao CREAS, pela equipe do conselho tutelar. Durante os procedimentos de praxe, na sede do Pelotão, compareceu uma mulher integrante do CREAS do referido município, a qual relatou que a menor após ser consultada por uma psicóloga, relatou ter sofrido abusos sexuais por um dos homens que estavam na residência, o qual teria tirado sua roupa e tocado em diversas partes seu corpo, a menor relatou ainda que ao contar à sua mãe sobre o ocorrido, foi agredida com tapas e socos.

Diante da denúncia a Guarnição Policial retornou à residência e deu voz de prisão ao indivíduo identificado como J.X.D., de 41 anos de idade, o qual foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Envie seu Comentário