21/12/2017 16h20

Polícia caça bando que sequestrou família de gerente de agência bancária.

Sequestro iniciou na noite de ontem (19) e família ficou em poder de sequestradores durante toda a madrugada desta quarta (20).

Campograndenews
 
 
Agência do Bradesco de São Gabriel do Oeste (Foto: Reprodução/ GoogleMaps).Agência do Bradesco de São Gabriel do Oeste (Foto: Reprodução/ GoogleMaps).

Equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros) caçam o bando responsável pelo sequestro da família de um gerente do Banco do Bradesco de São Gabriel do Oeste – a 140 km da Campo Grande. O crime aconteceu de terça para quarta-feira (20).

De acordo com o delegado Fábio Peró, responsável pelo caso, equipes de inteligência do Garras tentam identificar todos os envolvidos no sequestro e fazem buscas pelos suspeitos. As equipes também buscam de imagens para auxiliar na identificação dos veículos utilizados por eles para sequestrar a família.

O sequestro teve início quando o gerente chegava na residência dele, na noite de terça-feira (19). A vítima foi abordada por bandidos que estavam armados com dois revólveres, foi levada para dentro da residência e feito refém com a mulher e o filho.

A família ficou em poder dos bandidos durante toda a madrugada, mas por volta das 4h foram levados para um cativeiro. Enquanto a mulher e o filho ficavam em poder dos bandidos, o gerente foi forçado a trabalhar normalmente. Para ver a família em segurança ele deveria retirar todo o dinheiro do cofre e das caixas eletrônicos para o grupo.

Negociações - Entretanto, o gerente comunicou o que estava acontecendo para os superiores dele, que entraram em contato com a polícia. Equipes do Garras entraram em contato com a vítima e o orientaram de como negociar com os bandidos.

Por volta das 10h, negociadores da especializada formados pela Divisão Anti-sequestro entraram na agência a paisana para orientar as negociações. Em menos de 3h, duas equipes do Garras, com apoio da equipe local e uma de Coxim localizaram a esposa e filho do gerente caminhando em uma estrada vicinal próximo de onde era o cativeiro.

As vítimas não sofreram agressões e também não foi pago nenhum valor aos sequestradores.

Envie seu Comentário