Terrorismo

Polícia de Utrecht busca 'vários agressores' suspeitos de ataque

Atentado é tratado como terrorista por autoridades da Holanda, deixou vários feridos e, possivelmente, um morto em tiroteio em bonde

18/03/2019 09h43 - R7

 
Niels Wenstedt / EFE - 18.3.2019Niels Wenstedt / EFE - 18.3.2019

A polícia da Holanda está procurando vários "agressores" foragidos após abrirem fogo nesta segunda-feira (18) e ferirem várias pessoas em um ataque na praça 24 de Outubro da cidade de Utrecht, e abriu uma investigação do ataque como um possível atentado terrorista.

Várias informações falam de um morto e as fotos divulgadas pela imprensa mostram um corpo inerte coberto com uma manta, embora a polícia não tenha confirmado essa vítima mortal.

Parlamento e escolas fechadas

As autoridades reforçaram a segurança na área do parlamento em Haia e solicitaram às escolas de Utrecht, no centro da Holanda, que mantenham as portas fechadas.

Além disso, a polícia militar decidiu aumentar a vigilância em áreas como o aeroporto Schiphol de Amsterdã.

Além disso, como medida de precaução, todas as mesquitas da cidade foram evacuadas.

A polícia confirmou que a investigação do tiroteio, que aconteceu por volta das 10h45 (horário local, 6h45 de Brasília), está em andamento e que leva em conta "uma possível motivação terrorista".

Relatos falam em mais de um terrorista

Os agentes confirmaram rapidamente a existência pelo menos de um atirador, um homem que sacou uma arma e começou a disparar de forma aleatória e contínua contra as pessoas e que posteriormente fugiu, embora várias testemunhas tenham falado desde o princípio que havia mais de uma pessoa envolvida no tiroteio.

Posteriormente, a polícia esclareceu que procura vários suspeitos que se encontram em paradeiro desconhecido.

Bernhard Jens, porta-voz da polícia de Utrecht, afirmou que, segundo várias testemunhas, "o autor dos disparos fugiu em um carro".

Segundo a informação disponível, um dos tiroteios teve como alvo os passageiros de um bonde, mas as autoridades ainda não esclareceram se esse atirador estava dentro ou fora do bonde e de onde disparou.

Número de vítimas não foi confirmado

Por enquanto, não há informações sobre o número de vítimas nem a gravidade da sua situação, mas a polícia confirma que há "vários feridos" que já foram transferidos aos hospitais.

A área do tiroteio está isolada e até ali se transferiram os serviços de emergência, vários helicópteros e uma unidade antiterrorista da polícia holandesa.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, cancelou uma reunião que tinha com os partidos da coalizão devido a esta "situação inquietante" e advertiu que o governo "está muito preocupado"

Envie seu Comentário