24/02/2018 07h10

Policia paulista encontra 108 tabletes de maconha enterrados e prende morador do MS

Entorpecente estava escondido em uma mata localizada na estrada vicinal

G1
 
 
Tabletes de maconha estavam enterrados em Álvares Machado (Foto: Cedida/Polícia Militar)Tabletes de maconha estavam enterrados em Álvares Machado (Foto: Cedida/Polícia Militar)

Uma operação conjunta realizada pelas polícias Civil e Militar resultou na apreensão de 108 tabletes de maconha que estavam enterrados em uma mata localizada na estrada vicinal que dá acesso ao distrito de Coronel Goulart, na zona rural de Álvares Machado, na tarde desta sexta-feira (23). Quatro homens foram detidos na cidade de Paraguaçu Paulista (SP) por suspeita de ligação com o entorpecente. A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), em Presidente Prudente. No total, o entorpecente pesou 128 quilos.

O delegado titular da Dise em Presidente Prudente, Celso Marques Caldeira, explicou ao G1 que a operação foi desencadeada depois que a polícia recebeu informações de que um veículo VW Gol verde iria levar grande quantidade de droga para a região de Assis (SP).

Foram realizadas diligências em Presidente Prudente, mas não localizaram o carro na cidade, o que fez com a polícia entendesse que o veículo já havia seguido viagem e, então, comunicasse a Dise com sede em Assis (SP) sobre a situação.

Também foi montada uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar que resultou na interceptação do veículo em frente à Penitenciária de Paraguaçu Paulista (SP) e dentro do carro, com placas de Presidente Prudente, havia 102 tabletes de maconha.

Os policiais ainda detiveram no local um outro carro, um VW Gol preto, com placas de Brasilândia (MS), que servia como batedor do veículo que transportava a droga.

No total, foram presos quatro homens, de 26, 28, 31 e 36 anos, que seguiam nos dois carros. Três deles são moradores de Presidente Prudente, enquanto o outro é de Glória de Dourados (MS).

 
Tabletes de maconha estavam enterrados em Álvares Machado (Foto: Cedida/Polícia Militar)Tabletes de maconha estavam enterrados em Álvares Machado (Foto: Cedida/Polícia Militar)

Como havia informações de que poderia existir mais droga enterrada na zona rural de Álvares Machado, cerca de 20 policiais civis e militares dirigiram-se ao local e fizeram uma varredura na mata, na Estrada Vicinal Vereador José Molina, com o apoio de cães farejadores.

Os 108 tabletes de maconha estavam armazenados em três tambores plásticos, cada um com capacidade para 100 litros, enterrados a um metro e meio de profundidade no meio da mata, às margens do Rio Santo Anastácio.

Segundo a Polícia Militar, também foram encontrados no local sacos plásticos, balança de precisão e facas.

O delegado Celso Marques Caldeira salientou ao G1 que tudo leva a crer que os homens presos em Paraguaçu Paulista (SP) são os responsáveis pela droga encontrada em Álvares Machado e que um inquérito policial vai ser instaurado em Presidente Prudente para esclarecer o caso. Os presos serão indiciados por tráfico e associação.

Envie seu Comentário