14/12/2017 15h30

Polícia prende 10 pessoas em operação que investiga homicídios.

Ação desta quinta-feira (14) faz parte da segunda fase da Operação Tannus, que iniciou em julho deste ano.

G1MS
 
 
Balança, arma e munições apreendidos na 2ª fase da Operação Tannus, em Dourados (MS) (Foto: Reprodução/TV Morena).Balança, arma e munições apreendidos na 2ª fase da Operação Tannus, em Dourados (MS) (Foto: Reprodução/TV Morena).

A segunda fase da Operação Tannus, que investiga os homicídios cometidos em Dourados, município a 214 quilômetros da capital de Mato Grosso do Sul, deflagrada nesta quinta-feira (14) resultou na prisão de 10 pessoas.

Segundo o delegado Matheus Zampieri, do Setor de Investigações Gerais (SIG), as investigações apontam que as mortes estejam ligadas ao crime organizado.

"Nós temos indícios do envolvimento do crime organizado. Na semana passada nós prendemos cinco integrantes de facção que pretendiam atentar contra a vida de um agente penitenciário e essas pessoas presas hoje, possivelmente, tenham envolvimento com as presas na semana passada", afirmou o delegado.

A ação de hoje cumpriu 12 mandados de busca e apreensão e nove de prisão preventiva. Também foram apreendidos com os suspeitos uma balança, caderno com anotações, vários celulares, uma arma de calibre 380 e munições de calibre 45.

"Foram presas mais duas pessoas condenadas com mandados em aberto, houve mais uma prisão por tráfico de drogas. Entre eles tinham mandados de prisão temporária e uma preventiva por posse de arma de fogo", explicou Zampieri.

A primeira fase da operação foi deflagrada em julho deste ano com o objetivo de investigar todos os homicídios cometidos no segundo maior município sul-mato-grossense.

Envie seu Comentário