Prejuízos

Traficantes têm prejuízo de R$ 19 milhões com apreensões

Polícias apreendem 660 quilos de cocaína em operações

11/10/2018 06h10 - Correio do Estado

 
Policiais fazem buscas em veículo e encontram tabletes de cocaína - Foto: Divulgação / PRFPoliciais fazem buscas em veículo e encontram tabletes de cocaína - Foto: Divulgação / PRF

Traficantes de cocaína boliviana sofreram prejuízos superiores a R$ 19,8 milhões, em apenas três dias, com três grandes apreensões da droga ocorridas em Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, totalizando 660 quilos. Apesar de a polícia evitar definir uma rota de movimentação do entorpecente pelo País, há consenso de que uma grande parte do produto que chega a São Paulo e Rio, por exemplo, para posterior envio ao exterior, vem diretamente da Bolívia, entrando por Corumbá, ou sofre desvio pelo Paraguai, entrando por Ponta Porã.

Em grandes centros brasileiros, o quilo da cocaína chega a valer cerca de R$ 30 mil, valor que se multiplica quando entregue em outros centros, como a Europa. E é exatamente esse valor de mercado que tem feito traficantes se arriscarem pelas rodovias e, até mesmo, por vias marítimas.

Na terça-feira, por exemplo, na BR-060, já em Campo Grande, cães farejadores localizaram 119,5 quilos de cocaína vindos da Bolívia e escondidos em fundos falsos junto aos tanques de combustível de três caminhonetes Toyota Hilux. A apreensão foi feita pela Polícia Rodoviária Federal.

Envie seu Comentário