Aquidauna

VÍDEO: suspeita de matar idoso e deixar corpo em freezer teria agido sozinha

Thays foi presa em Campo Grande e encaminhada para a delegacia de Aquidauana, onde o crime aconteceu

06/07/2018 08h30 - TopMidianews

 
Foto: Reprodução/FacebookFoto: Reprodução/Facebook

Thays Errobidart da Silva, 19 anos, principal suspeita de ter matado o idoso Wanderley de Souza, 72 anos, e deixado o corpo em um freezer, foi presa em Campo Grande na noite de quarta-feira (4) e levada para Aquidauana, cidade distante a 148 quilômetros de Campo Grande, onde o crime ocorreu. Ela prestará depoimento à polícia nesta quinta-feira (5).

Presa na Capital, Thays teria assumido o crime e contado que agiu sozinha. Ela matou o idoso com sete facadas no dia 30 de março e deixou o corpo dentro de um freezer para que não exalasse odor.

A suspeita chegou a fazer o pagamento de uma conta de luz da casa da vítima para que a energia não fosse cortada. Veja imagens dela chegando à Aquidauana:

Além de matar a vítima, a suspeita também teria subtraído pertences de Wanderley e realizado saques das contas do homem.

O caso

O corpo de Wanderley foi encontrado no último domingo (1º) pelo vizinho. Ele foi vistoriar a casa da vítima, que disse que passaria um tempo em Campo Grande fazendo um tratamento de saúde, quando encontrou marcas de sangue e o freezer entreaberto. Ao tentar fechar o refrigerador, ele acabou encontrando o corpo.

Envie seu Comentário