27/07/2017 10h

Amambai: Dr. Bandeira recepcionou secretário de segurança de MS

No município José Carlos Barbosa, inaugurou sistema de monitoramento.

Por: Tião Prado com Vilson Nascimento
 
 
Foto: Vilson Nascimento)Foto: Vilson Nascimento)

O prefeito de Amambai, Dr. Edinaldo Luis de Melo Bandeira, recebeu neste quarta-feira (26), em seu gabinete na prefeitura da cidade, a visita do Secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, José Carlos Barbosa, o ‘Barbosinha’, neste encontro o prefeito destacou as ações que a Secretaria vem desenvolvendo na cidade, entre elas a disponibilização de viaturas para as policias Civil e Militar.

"Nós queremos registrar o envio para a cidade de uma viatura para a Policia Militar, mais precisamos de mais uma, pois a 3ª Companhia atende de 5 municípios da região, alem de Amambai, uma viatura para o corpo de Bombeiros, no valor de um milhão de reais, uma viatura para a Policia Civil e o vídeo monetariamente que está sendo inaugurado neste momento", destacou o prefeito Dr. Bandeira.

O prefeito fez questão de agradecer o Governador Reinaldo Azambuja pelo esforço que fez para atender o município no foi pedido por todos os representantes da cidade.

Durante a passagem do Secretário José Carlos Barbosa, foi realizado uma reunião entre o prefeito Dr. Bandeira, o promotor de Justiça Eduardo Luis Santana Pinheiro, solicitaram a instalação de uma base da policia Militar ambiental na cidade de Amambai.

Nessa reunião foi solicitado o apoio do Secretário seu apoio no pedido de instalação da 3ª vara na Comarca de Amambai, tendo em vista o grande numero de processos que existe no fórum local.

 
Foto: Vilson NascimentoFoto: Vilson Nascimento

Em sua fala José Carlos Barbosa, falou do objetivo de sua visita na cidade, que foi a inauguração do sistema de vídeo monitoramento com 10 câmeras que estão espalhados pela cidade, e isso é importante porque multiplica o olhar da atuação policial, os estados, municípios e o Brasil esta atravessando uma crise sem precedentes, cada vez mais esta se tornando difícil você incorporar pessoas para suprir as necessidades que se tem de policiamento, seja nas áreas civil e militar.

"Eu tenho cobrado muito do governo Federal uma participação mais efetiva em relação as nossas fronteiras, se nós pegarmos os 17 mil km do Brasil tem, e considerar os 1.550 km que nós temos do nosso estado, sendo mais de 500 km de fronteira seca, completamente desguarnecida de atuação do governo federal, o que pese o trabalho da PRF e da própria PF, o efetivo existente das forças federais são pequenos e diminutos para atender toda região", disse José Carlos Barbosa.

O Secretario fez questão de salientar que a situação de segurança não esta ainda pior nessa região, por causa do belíssimo trabalho em conjunto entre a Policia Civil, Policia Militar, DOF e todos os organismo federais no combate a criminalidade, mas disse que o governo federal tem que cumprir a sua parte nessa área.

Finalizando a sua fala o secretário falou a respeito da crise que o sistema prisional do Estado enfrenta, dizendo que só com o tráfico de drogas são 6 mil presos, que deveria estar sendo custodiados pelo governo federal e não estão, pois é obrigação do governo Federal, mas ele não faz e acaba ficando nos presídios do estado.

A média de custo de um preso para o estado é de 1.700 reais, sendo 130 milhões por ano, se ele estivesse em um presídio federal ele custaria 3.800 reais.

José Carlos Barbosa, disse que isso acontece devido as superlotações dos nossos presídios, em Dourados é para se ter 700 presos, hoje tem 2.500, e o governo federal se comporta como esses problemas não fosse deles, e ingressamos com ação no Supremo Tribunal Federal, onde o MS discute a obrigação do Governo Federal ressarcir este dinheiro investido, e nós emprestamos para União e hoje queremos de volta, e esse dinheiro ser muito importante em novos investimentos no sistema prisional do estado.

Envie seu Comentário