Ponta Porã

Candinho Gabínio quer investigação sobre venda de casas no Kamel Saad

O pedido do vereador foi solicitado durante a sessão ordinária desta terça-feira, 14 de maio

15/05/2019 11h10 - DN

 

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Candinho Gabínio, solicitou informações quanto à venda de casas no Conjunto Habitacional, Kamel Saad, neste município.

O pedido do vereador foi solicitado durante a sessão ordinária desta terça-feira, 14 de maio, e encaminhado ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, com cópias ao secretário municipal de Governo e Comunicação, Eduardo Esgaib Campos, à diretora presidente da Agência Municipal de Habitação, Larissa Vieira da Rocha Pimentel, ao promotor de justiça de Ponta Porã (nos feitos e procedimentos referentes à proteção do meio ambiente, da habitação, urbanismo e patrimônio histórico e cultural), Dr. Gabriel da Costa Rodrigues Alves, e ao gerente da Caixa Econômica Federal de Ponta Porã, Carlos Herebia.

Candinho Gabínio disse que o anúncio de vendas das casas tem sido uma prática comum nas redes sociais. "O conjunto habitacional Kamel Saad foi inaugurado em 2016, e contemplou cerca de 1000 famílias com casas que foram construídas através do programa federal "Minha Casa Minha Vida". Porém a nossa assessoria vem recebendo denúncias sobre moradores beneficiados pelo programa, que colocaram seus imóveis à venda nas redes sociais, ferindo assim, o princípio inicial do projeto idealizado, que é beneficiar famílias que não possuíam condição de construir a própria casa", relatou.

O presidente do Poder Legislativo também falou sobre a importância da investigação sobre esses casos.

"Solicitamos, que o Poder Executivo faça uma análise das casas que estão sendo colocadas à venda, assim como a Promotoria de Justiça colha informações necessárias para que os responsáveis sejam penalizados civilmente, e por fim, que a Caixa Econômica Federal analise as possíveis vendas que venham à ocorrer, de modo que a nós enquanto representantes do povo, possamos dar uma resposta à população que frequentemente nos questiona sobre este fato", disse.

Correios

Ainda na sessão desta terça-feira, 14 de maio, o presidente da Câmara Municipal, Candinho Gabínio, reiterou a indicação nº177 de 2019, lida em plenário no dia 26 de março de 2019, em que solicitou que o centro de distribuição domiciliar dos Correios, localizado na Avenida Brasil nº3730 retorne com o atendimento ao público.

O pedido de Candinho Gabínio foi encaminhado ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, com cópia à gerente da Agência dos Correios de Ponta Porã, Ivana Raquel Vargas Barbosa.

O parlamentar afirmou que o intuito é facilitar a retirada de encomendas. "Os Correios está funcionando apenas das 15h às 16h30, gerando inúmeras reclamações por parte da população, pois o munícipe que necessita retirar suas mercadorias precisa, além de pegar uma fila, ter sorte de ser atendido. Sendo assim, solicitamos aos Correios, mudanças referentes ao horário de atendimento ao público, de modo que as reclamações sejam sanadas", explicou.

Tapa-buraco

O presidente da Casa Legislativa, Candinho Gabínio, também solicitou ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, o serviço de operação tapa-buraco na Rua 18 de julho, na área central do município.

Candinho Gabpinio disse que essa indicação visa atender as reivindicações dos moradores e transeuntes, que transitam pela referida rua. "Essa via possui muitos buracos, os quais dificultam o trânsito de automóveis e motocicletas e causam transtornos e prejuízos aos proprietários dos veículos", concluiu.

Envie seu Comentário