21/02/2018 06h

Com votos de senadores de MS senado aprova intervenção no RJ

A votação no Senado durou cerca de três horas.

Campograndenews
 
 
Senadores durante a votação no Senado, na noite desta terça-feira (20). (Foto: Jonas Pereira/Agência Senado) Senadores durante a votação no Senado, na noite desta terça-feira (20). (Foto: Jonas Pereira/Agência Senado)

O Senado aprovou, na noite dedsta terça-feira (20), o decreto de intervenção federal na segurança pública no Rio de Janeiro. Os votos dos senadores de Mato Grosso do Sul, Pedro Chaves (PRB), Waldemir Moka e Simone Tebet (MDB), estiveram entre os 55 favoráveis a intervenção.

Os senadores já haviam adiantado o consenso favorável a medida, como divulgado pelo imprensa do estado. Outros 13 senadores foram contra a medida e houve uma abstenção.

A votação no Senado durou cerca de três horas. Agora, cabe ao presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), publicar no "Diário Oficial da União" o decreto autorizando a nomeação do general Walter Braga Netto como interventor no estado do Rio de Janeiro.

Intervenção – Com o decreto, o comando da Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e administração penitenciária do Rio de Janeiro é transferida ao general Braga Netto, que lidera o Comando Militar do Leste. Ele responderá diretamente ao presidente Michel Temer (MDB) sobre as ações empregadas, a princípio, até 30 de dezembro.

Envie seu Comentário