21/02/2018 10h10

Douradense perde R$ 9 mil no golpe do bilhete premiado

A suposta ganhadora de R$ 100 millhões, na loteria, parou a vítima e perguntou se poderia ajudá-la a receber o prêmio milionário. Ela ofereceu R$ 2 milhões de recompensa.

DouradosAgora
 
 
A polícia alerta para dezenas de golpes que vêm tirando dinheiro de pessoas em Dourados e resto do Estado e paísA polícia alerta para dezenas de golpes que vêm tirando dinheiro de pessoas em Dourados e resto do Estado e país

Douradense de 73 anos perdeu dinheiro, vítima do golpe do bilhete premiado que vem sendo aplicado há décadas em Dourados e resto do país. Segundo informações da polícia, ao DouradosAgora, a idosa foi abordada por uma senhora, por volta das 9h30 da manhã desta terça-feira, na Rua Melvin Jones, perto de um colégio particular na Vila Progresso.

A suposta ganhadora de R$ 100 milhões, na loteria, parou a vítima e perguntou se poderia ajudá-la a receber o prêmio milionário. Ela ofereceu R$ 2 milhões de recompensa.

No momento em que a estelionatária tentava convencer a douradense, chegou um homem com idade em torno de 60 anos e uma mulher supostamente gestante. A falsa milionária, pessoa com sobrepeso, alta e sotaque caipira, que trajava bermuda e blusa estampadas, explicou para os que chegaram depois, sobre o prêmio. Na verdade, eles são comparsas da estelionatária.

O homem simulou uma ligação para a Caixa Econômica Federal e disse que tinha confirmado a afirmação da suposta ganhadora da loteria. A outra, gestante, disse que ajudaria mas demonstrou desconfiança.

A estelionatária disse que precisava de uma garantia que eles não sumiriam com o bilhete premiado e convenceu a mulher de 73 anos a sacar R$ 9 mil. Ela fez a transação em duas agências e deixou o montante na bolsa da gestante, já que não tinha onde carregar as notas.

Na sequência, segundo levou o DouradosAgora, a suposta gestante disse que estava passando mal e eles foram até uma farmácia localizada na Avenida Marcelino Pires. Eles entraram, a idosa ficou do lado de fora e, quando desconfiou, percebeu que os três tinham sumido com o dinheiro dela.

Ela procurou a Delegacia da Polícia Civil de Dourados, onde registrou o boletim de ocorrência.

A polícia alerta para dezenas de golpes que vêm tirando dinheiro de pessoas em Dourados e resto do Estado e país. A orientação é não conversar com estranhos e sempre desconfiar quando a proposta inclui dinheiro ou outros bens.

Informações ou denúncias que possam ajudar o trabalho policial, devem ser repassadas pelos telefones: Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191; Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRE): 3421.0014; SIG: 3411.8080; DOF: 3411.8080; Defron: 3410.4800 e 3410.4800; Polícia Federal: 3410.1700 e 3420.1757; Polícia Civil - 1º Distrito Policial: 3411.8060; Polícia Civil, 2º Distrito Policial: 3424.6911 e 3424.5633; Guarda Municipal: 199; Polícia Militar Ambiental (PMA): 3357-1500– 9905-7763 - vivo – WhatsApp/ 9106-8628 - Claro / 8171-4270 - (Tim)/ 8475-0553 (Oi).

Envie seu Comentário