Câmara

Em Ponta Porã, Vereadores votam aumento para professores e homenageiam alunos campeões em Olimpíada

O projeto de lei de autoria do Poder Executivo foi aprovado em primeira votação na sessão ordinária de terça-feira, 12 de março.

13/03/2019 10h40 - DN

 

Os vereadores de Ponta Porã iniciaram a votação de um dos mais importantes projetos de lei em tramitação na Câmara Municipal. O que autoriza o reajuste salarial para os professores da Rede Municipal de Ensino. O projeto de lei de autoria do Poder Executivo foi aprovado em primeira votação na sessão ordinária de terça-feira, 12 de março.

A matéria voltará à pauta na próxima sessão ordinária prevista para o dia 14, quinta-feira, em sessão que será antecipada por conta do feriado do Dia do Padroeiro de Ponta Porã, São José, comemorado na terça-feira, 19 de março. Após ser votado pela segunda vez, e aprovado, será encaminhado para sanção do prefeito Hélio Peluffo Filho.

A sessão também foi marcada pela homenagem aos alunos do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), que se destacaram na Olimpíada Brasileira de Astronomia realizada em outubro do ano passado, no Rio de Janeiro.

A equipe de Ponta Porã recebeu dos vereadores as medalhas de ouro e prata, por ter sido campeã nacional da Mostra de Foguetes. "Competimos com mais de 2 mil instituições de ensino e 110 mil alunos, do Brasil inteiro. Ponta Porã ficou entre as 200 melhores escolas e nossos alunos conseguiram, orientados pelo professor Robson Jacques Verly, excelente classificação obtendo medalhas, destacando positivamente o nome de Ponta Porã no cenário nacional", declarou o professor Glauber Rocha, durante a homenagem feita pelos vereadores.

Glauber também um dos orientadores do grupo, agradeceu à Câmara pela oportunidade e destacou o empenho e dedicação dos alunos e professores do IFMS de Ponta Porã.

Foram homenageados os alunos Jean Carlos Mascari Diniz, Vinicius Roosevelt Santos Dias, Carla Mendoza Bogado, Ian Winckler Medeiros, Anibal Salinas Júnior, Bruno Davi Larrea Jacques, Maria Leonor Encina Pinazo, Mateus Lopes Brites e Cesar Mateus Penzo Jara.

O presidente da Casa de Leis, Candinho Gabínio, em nome dos vereadores, enalteceu o papel desempenhado pela equipe do IFMS de Ponta Porã na competição nacional que reúne os grandes talentos da Física no Brasil inteiro. "Esta Casa reconhece e homenageia os brilhantes professores e alunos que desenvolvem um trabalho espetacular em Ponta Porã".

Recadastramento Eleitoral

Durante a sessão, a chefe do Cartório da 52ª Zona Eleitoral de Ponta Porã, Elaine Akamine França, utilizou o quadro da Tribuna Livre para anunciar que já foi iniciado o recadastramento biométrico da Justiça Eleitoral em Ponta Porã.

Todos os eleitores precisam passar pelo recadastramento biométrico, que representa uma nova modalidade de registro da Justiça Eleitoral. "Nossa meta é recadastrar 64 mil eleitores em Ponta Porã. Já iniciamos o trabalho em 2016 e conseguimos atingir 45% da população. Ainda temos que recadastrar cerca de 35 mil pessoas até o dia 30 de maio", afirmou.

A representante da Justiça Eleitoral disse que o prazo é curto e, por isso, a meta será atender 600 pessoas por dia. Assim, foi montada uma estrutura de divulgação e de atendimento que conta com apoio da Câmara Municipal, Prefeitura e Exército. "Pedimos o apoio de todos para que nos ajudem a comunicar a quem ainda não fez o cadastro biométrico para que agende sua ida ao Cartório o quanto antes. Após o prazo, o título antigo será cancelado e, o cancelamento de um documento desta natureza provoca muitos transtornos na vida das pessoas", declarou Elainy.

O presidente da Câmara Municipal disse que o Poder Legislativo é parceiro desta iniciativa da Justiça Eleitoral e vai continuar contribuindo para que os servidores envolvidos nesta ação tenham todas as condições de trabalho para atender a população de Ponta Porã. "Este recadastramento é muito importante. Por isso estamos convocando a todos, principalmente nós, agentes públicos, para divulgarmos o máximo possível este trabalho da Justiça Eleitoral. Nós, vereadores, nossos assessores e servidores desta Casa. Todos, devemos estar engajados na tarefa de ajudar nos agendamentos das pessoas que precisam fazer os novos títulos eleitorais", afirmou Candinho Gabínio.

Envie seu Comentário