18/12/2017 18h50

Entrevista: Prefeito Hélio Peluffo Filho fala sobre 1º ano de seu mandato

Confira a entrevista na íntegra no aúdio abaixo

Por: Dora Nunes
 
 

O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo Filho (PSDB), esteve no programa FM em Notícias apresentado pelo jornalista Tião Prado na rádio 91.5 FM Cerro Corá onde falou sobre o primeiro ano de seu mandato, onde Hélio disse que a avaliação é sempre comparativa, sendo que os números são de primeiro ano e só poderão ser fechados a partir do ano que vem com análise de todas as secretarias, conclusão de programas, o que foi e o que não foi concluído.

"Entendemos que fizemos mais com menos, sendo um ano de crise para o País, estado e municípios e isso atinge a todos nós e fizemos o que entendemos o que o País e a população pede, que é gestão pública", afirmou o prefeito, lembrando que a gestão pública deve ser tocada como uma empresa, não podendo errar, exagera, aumentar despesas se não tem fluxo de caixa e receita.

Hélio Peluffo informou que a administração já garantiu o pagamento do 13º, bem como o salário de dezembro, assim como os fornecedores do município receberão dentro do ano corrente.

 

O sonho de Hélio Peluffo Filho era ser prefeito de Ponta Porã e questionado se tudo está como sonhara, o prefeito ressaltou que nem sempre tudo é como se sonha, mas disse estar satisfeito, primeiramente pela equipe que foi montada, sendo altamente técnica, comprometidos com a administração e voltados para o todo. Ressaltou ainda o apoio dos vereadores, principalmente na questão da redução da taxa de lixo.

Hélio ainda lembrou que a Prefeitura adquiriu 4 caminhões para a coleta de lixo que hoje fazem a coleta em dia, no horário correto, atendendo a população, onde funcionários efetivos, a um custo muito menor, fazem a coleta de entre 70 e 78 toneladas de lixo por dia.

Falando sobre as obras, Hélio Peluffo lembrou que recebeu a prefeitura com algumas obras em andamento, porem estas estavam abandonadas, mal construídas, sem energia, sem equipamentos. "Ou seja, meramente inauguraram sem pensar na população, não efetuaram os pagamentos das contrapartidas, que são obrigatórias, licitações duvidosas, fizeram aditivos em obras que não se justificam e tudo está encaminhado ao Tribunal de constas e essa conta vai chegar", afirmou Peluffo, dizendo que passaram um ano "limpando" a sujeira que foi deixada. O prefeito lembrou a obra da rua Corinto, que ficou 04 anos paralisada, sendo que foi necessário corrigir o valor da obra e na gestão Hélio Peluffo Filho, em 10 meses foi concluída. Outra obra deixada pela administração passada, conforme relato de Peluffo, foi a Rua vital Brasil. " Três anos tocando uma obra que não deram jeito de terminar; 05 contratos para uma mesma obra contrariando a Lei 8666. O governador Reinaldo Azambuja nos ajudou muito e foi feito um realinhamento da obra e junto governo federal e logo a obra estará concluída", disse o prefeito. Ainda sobre as obras, o prefeito informou que em 10 meses de gestão foram feitos 82 mil metros quadrados de asfalto na cidade, sendo que Hélio Peluffo prometeu em campanha que faria 150.

Sobre operação tapa buraco, recapeamento e asfalto que foi lançada, Hélio Peluffo Filho lembrou que chegou a época das chuvas e que o trabalho de reposição da malha está sendo feito, com manutenção dentro das possibilidades climáticas.

 

Em relação a situação das creches, Peluffo informou que o município é, atualmente, responsável pelo 1º ano ao 5º e o Estado do 6º ao 9º ano, mas tem muitas escolas municipais que atendem os alunos de responsabilidade do Estado, ou seja, do 6º ao 9º ano, assim como existe algumas escolas estaduais que atendem do 1º ano ao 5º e, de acordo com o prefeito, gradativamente, o Estado está fechando as salas de 1º ao 5º, portanto, gradativamente, o município terá que fechar aquelas de responsabilidade do Estado, qual seja, do 6º ao 9º ano e o problema maior foi na escola Calvoso que fará período integral e toda essa mudança está sendo acompanhada pelo Ministério Público e Promotoria.

Finalizando, o prefeito falou sobre a realização da 1ª Taça Cidade de Ponta Porã, afirmando estar procurando ter o devido cuidado em todos os seguimentos. " Ano que vem teremos 150 mil metros quadrados de recapeamento que dará uma qualidade a todos e mais 80 mil metros quadrados de lama asfáltica", afirmou.

Hélio Peluffo Filho falou ainda que todos os programas da Assistência social estão funcionando; na área da saúde, dr Patrick vem desempenhando com esmero sua função; tem um projeto onde a Funcespp será transformada numa escola de música; com recurso guardado e em conjunto com os municípios de Antônio João, Amambai e Aral Moreira para criação de uma sala de cirurgia para catarata. E no esporte, o Verão no Parque vem atender as crianças nas férias com várias atividades.

Confira a entrevista na íntegra no áudio abaixo.

Envie seu Comentário