Politica

Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias

A reunião também serviu para Dr. Maia entregar ao governador o "Título de Cidadão Costarriquense", honraria concedida a Azambuja pela Câmara de Costa Rica em 2015

18/08/2018 06h - Divulgação (TP)

 
Crédito: ASSEIM/CMCRCrédito: ASSEIM/CMCR

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), recepcionou o presidente da Câmara de Vereadores de Costa Rica-MS, José Augusto Maia Vasconcellos, o Dr. Maia (DEM), na tarde de quarta-feira (15/08), em reunião realizada na sede da Governadoria, em Campo Grande-MS. Na ocasião, os dois conversaram sobre a pavimentação asfáltica da rodovia estadual MS-223, acerca da reforma das escolas estaduais do município, além de discutirem vários assuntos relacionados ao cenário político atual e futuro.

Dr. Maia aproveitou a reunião para pedir informações ao governador sobre a pavimentação asfáltica da MS-223, no trecho de 61 quilômetros entre Costa Rica a Figueirão-MS. Em resposta, Azambuja garantiu que nos próximos dias serão iniciadas as obras de asfaltamento de 32,5 quilômetros da rodovia, começando pelo território costarriquense.

"O governador me garantiu que essa obra será realizada e que o processo de licitação já foi finalizado e que só falta o Governo do Estado assinar o contrato com a empreiteira que venceu a licitação. Ele me disse que em breve a pavimentação asfáltica vai começar e que nos próximos dias a empreiteira já estará aqui no município organizando as instalações e a logística para iniciar a obra, que vai começar em Costa Rica e seguir até a divisa com Figueirão", afirmou o presidente da Câmara.

Ainda de acordo com as informações repassadas pelo governador para Dr. Maia, a pavimentação asfáltica do restante do trecho da rodovia - ou seja, de aproximadamente 28 quilômetros -, já está em fase de licitação e no começo de setembro a empreiteira vencedora do certame deverá ser conhecida.

Na oportunidade, Azambuja também lembrou que em 2016 o vereador democrata acompanhou o trabalho da equipe de engenheiros, que fez a medição da via e que elaborou o novo traçado da rodovia. Conforme o governador, na época Dr. Maia contribuiu com importantes sugestões para os engenheiros, sobretudo opinando sobre o melhor trajeto da MS-223, ajudando a eliminar curvas, o que resultou no encurtamento de 7 quilômetros da rodovia e em uma economia de cerca de R$ 9 milhões para o projeto de pavimentação.

"Nunca coloquei em dúvida a palavra empenhada do senhor governador, confiando sempre que o mesmo iria realizar este grande sonho do povo da nossa região", ressaltou Dr. Maia, se referindo à promessa feita por Azambuja de executar a obra de pavimentação asfáltica da MS-223.

Ainda na capital, Dr. Maia aproveitou a reunião com o governador para cobrar a reforma completa, tanto interna como externa, da Escola Estadual Santos Dumont e da Escola Estadual José Ferreira da Costa, ambas localizadas em Costa Rica.

Durante o encontro, Dr. Maia também convidou Azambuja para participar do 3º Circuito de Desenvolvimento da Tríplice Fronteira, que será realizado nos próximos dias 28 e 29 de agosto e que terá na programação audiência pública para discutir a exploração do gás de xisto nos municípios da região e palestra do candidato a presidente, Álvaro Dias (Podemos). Em resposta, o governador disse que vai se esforçar para comparecer. O evento é promovido pela Câmara de Vereadores de Costa Rica, em parceria com a Prefeitura do município e a União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul (UNCVMS).

A reunião também serviu para Dr. Maia entregar ao governador o "Título de Cidadão Costarriquense", honraria concedida a Azambuja pela Câmara de Costa Rica em 2015, mas que ele ainda não havia recebido, já que não pôde comparecer à cerimônia de entrega da homenagem realizada em dezembro de 2015.

Dr. Maia ressaltou que os demais vereadores de Costa Rica também foram convidados para participarem da reunião com o governador na capital, mas segundo eles os colegas parlamentares alegaram indisponibilidade de agenda, por conta de compromissos assumidos anteriormente.

Envie seu Comentário