11/01/2018 18h40

Governadora em exercício, Rose Modesto, concede entrevista ao Pontaporainforma

A governadora em exercício de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto – que esteve na cidade quarta-feira (10) para visitar obras e reforçar a parceria

Por: Dora Nunes
 
 
Foto: Lecio AguilleraFoto: Lecio Aguillera

Rose Modesto, governadora em exercício de Mato Grosso do Sul, em sua visita a Ponta Porã, concedeu entrevista ao jornalista Tião Prado, onde falou sobre a parceria governo do estado e prefeitura de Ponta Porã, ressaltando que ninguém faz nada sem parcerias e essa tem sido uma tônica do governo de Reinaldo Azambuja, sendo um governo estadista, que tem governado com os 79 municípios, tendo o governo estadual, investimentos em todos eles, na área de infra estrutura.

"Estamos indo para o último ano de nosso mandato, chegando a casa de mais de 1 bi de investimento e, infra estrutura e Ponta Porã tem parcerias nessa área, com a licitação da última obra de recape e iremos conversar sobre o nucleotec, que é importante aglomerando todas as políticas públicas e é mais uma ação que o governo do estado vai desenvolver com Ponta Porã", falou Rose Modesto.

Em sua fala, a governadora disse que tem sido uma constância do governo em acompanhar de perto, de ouvir os servidores, as pessoas que estão administrando o hospital, e que a ideia é fortalecer o que já foi pactuado e ouvir e conversar sobre novos projetos.

Acerca do índice de violência ter diminuído no estado de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto lembrou que nada se consegue fazer sem ter segurança onde se mora e onde se vive. "Tivemos uma redução siginificativa de homicídios, de feminicídios no ano de 2017 comparado a 2016, onde 13 itens foram debatidos e em 9, obtivemos índices positivos na área da segurança pública", afirmou Rose Modesto, lembrando que esse resultado é graças ao governo que tem como prioridade a segurança pública, sendo que 90 milhões já foram investidos em viaturas, equipamentos e breve haverá novo concurso com 400 novas vagas para polícia militar e bombeiro. "Queremos deixar, como governo, nossa gratidão a todos os homens da polícia militar e polícia civil e corpo de bombeiros, porque são eles que estão na ponta, enfrentando dificuldades e o grande desafio nosso que é a fronteira, onde queremos uma fronteira mais segura", expressou a governadora em exercício.

Rose Modesto lembrou ainda que estão em busca dos 120 milhões que é do Estado de MS, gastos com os presos transnacionais que custam cerca de 11 milhões por mês aos cofres do Estado. A ação deve ser julgada em breve, cujo valor poderá ser revertido em investimento nas polícias.

 
Foto: Lecio AguilleraFoto: Lecio Aguillera

Envie seu Comentário