Eleições 2018

Mochi anuncia apoio a Odilon; João Alfredo opta pela neutralidade; Bluma e Amaducci ainda não decidiram

As decisões de Bluma e Amaducci dependem de reuniões que serão realizadas nesta quinta -feira (11).

11/10/2018 06h20 - G1

 
Mochi e MDB declaram apoio a Odilon do PDT — Foto: Maureen Mattiello / TV MorenaMochi e MDB declaram apoio a Odilon do PDT — Foto: Maureen Mattiello / TV Morena

Junior Mochi e o MDB anunciaram na tarde desta quarta-feira (10) que irão apoiar Juiz Odilon (PDT), no segundo turno das eleições do estado. O anúncio foi feito no diretório do partido em Campo Grande.

João Alfredo (PSOL) informou em nota que optou pela neutralidade, e que caso o partido decida por alguém a decisão não representará a vontade dele. "Após refletir sobre quem apoiar no segundo turno, tanto para governador como para presidente, minha decisão é de não manifestar apoio a nenhum dos candidatos", disse João.

O diretório estadual do PT informou ao G1 que o partido e que Humberto Amaducci (PT) vão se reunir nesta quinta-feira para decidir qual rumo tomar no segundo turno. O secretário de comunicação do PT no estado, Francisco Ferreira, adiantou que por uma questão ideológica o caminho natural seria o apoio ao candidato do PDT, Juiz Odilon. Porém, o interesse não manifestado pelo pededista dificulta a definição do partido e de Amaducci.

Marcelo Bluma (PV), disse que espera tomar uma decisão em conjunto com os partidos da coligação que o apoiou também nesta quinta. Representantes do PV, Rede e PcdoB se reunem para definirem sobre apoio neutralidade ou apoio a Azambuja ou Odilon.

Envie seu Comentário