NO EXPEDIENTE

MS registrou 22 mortes por acidente de trabalho só neste ano

O número corresponde há mais da metade dos casos ocorridos em 2017

16/07/2018 06h30 - Correio do Estado

 
Operário teve de ser socorrido depois de ficar parcialmente soterrado em obras na Rua 14 de Julho. - Foto: Gerson Oliveira/Correio do EstadoOperário teve de ser socorrido depois de ficar parcialmente soterrado em obras na Rua 14 de Julho. - Foto: Gerson Oliveira/Correio do Estado

Mato Grosso do Sul registrou 22 mortes por acidente de trabalho só neste ano. Conforme dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), no ano passado 38 pessoas morreram em ambiente laboral. O número é o maior do que em 2016, quando ocorreram 32 mortes durante o expediente.

O número geral de acidentes de trabalho também têm crescido no Estado. Nos primeiros sete meses deste ano 4.432 pessoas feriram-se ou morreram enquanto trabalhavam. No ano passado 8.098 pessoas se feriram ou morreram durante o expediente. Em 2016, foram 7.885 acidentes contra 7.656 em 2015.

Em 2017, somente em Campo Grande foram registrados 2.864 acidentes de trabalho. A maior parte das ocorrências resultaram em fraturas (510); contusões e esmagamentos (431); cortes e lacerações (398); lesão imediata (369); e distensão (361).

Na manhã desde domingo, um operário, que trabalha nas obras do projeto Reviva Campo Grande, ficou parcialmente soterrado após deslocamento de terra. O acidente ocorreu no cruzamento da Rua 14 de Julho com a Sete de Setembro e o funcionário foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Em março deste ano, um funcionário da empresa J.E morreu em serviço, depois que uma rampa de ferro, utilizada para alavancar veículos, caiu sobre ele.

Envie seu Comentário