17/03/2018 13h40

Mutirão de recuperação de crédito garante bons acordos

Senha 35! Diz o superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão, chamando mais um consumidor para participar de uma audiência de conciliação.

tjms
 
 

Senha 35! Diz o superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão, chamando mais um consumidor para participar de uma audiência de conciliação. O saguão do órgão de defesa do consumidor está lotado e todos os funcionários e conciliadores do órgão trabalhavam freneticamente.

As pessoas estavam lá para o Projeto "Resolva Já", uma parceria com o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul e com três empresas. Até o fechamento da matéria, mais de 1.000 acordos haviam sido firmados. Todos são pré-processuais e serão homologados pela justiça.

A iniciativa é realizada na semana do consumidor, entre os dias 12 e 16 de março, em comemoração aos 27 anos de vigência do Código de Defesa do Consumidor. Fizeram parte as empresas Águas Guariroba, Energisa e Banco do Brasil.

Já na entrada do prédio do Procon de Campo Grande, que fica na rua 13 de Junho, 930, os consumidores podiam perceber que as empresas estavam muito interessadas em fechar acordos e reaver os créditos. Uma unidade móvel de uma das empresas, distribuía pipoca, algodão-doce e uma moça fazia pintura facial nas crianças. "Nós queríamos colocar um pula-pula, mas não tinha espaço", conta Marcelo Salomão, ressaltando que todas as expectativas foram superadas e os contribuintes conseguem descontos de até 80% em seus débitos.

Uma dessas pessoas é a empresária Solange Aparecida Sobrinho, 39 anos, que aproveitou o mutirão e quitou débitos que, segundo ela, atrapalhavam para conseguir crédito na praça. "Fiz um acordo com o banco de uma dívida de cartão de crédito, que já estava em R$ 3.600,00, e vou pagar R$ 900,00", conta feliz a empresária que também faria outra conciliação com a empresa de energia.

Todos são unânimes. Crise econômica, desemprego e inflação. As pessoas têm dificuldades financeiras, mas não querem carregar o peso de estarem devendo, sem poder continuar a consumir.

O personal training Michael Wilson Floriano da Silva aproveitou para quitar uma dívida com a empresa de energia que ficou, quando ele mudou de casa. Ele aprovou a iniciativa do mutirão conciliatório. "Fui muito bem atendido e a proposta foi muito boa para mim. Só achei que demorou muito", disse, contando que veio ao Procon porque viu no jornal que estavam fazendo acordos.

Mas o que Michael não sabia é que a previsão dos organizadores do mutirão era atender os cerca de 500 consumidores convidados, previamente, por meio de carta. O sucesso foi tanto que outras pessoas foram ao órgão tentar quitar dívidas e acabaram tendo que pegar senha e esperar, porém, valeu a pena.

O Projeto Resolva Já tem a parceria do Poder Judiciário de MS, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos (Nupemec), coordenado pelos desembargadores Ruy Celso Barbosa Florence (Mediação) e Vladimir Abreu da Silva (Conciliação). Os acordos, firmados entre consumidores e empresas, serão homologados pelo juiz Aldo Ferreira da Silva Jr e terão validade jurídica

As três empresas participantes apresentaram propostas para quitação dos débitos, além do benefício de não ingressarem com ações judiciais. Com isso, o Nupemec atinge seu objetivo de solução de conflitos por meios consensuais.

Envie seu Comentário