24/02/2018 08h30

Prefeito pede a ministro obras para evitar que município fique novamente isolado

Odilon Ribeiro cobrou uma nova entrada na cidade e obras na MS-419

Campograndenews
 
 
Ministro Carlos Marun esteve nesta sexta-feira em Aquidauana e se reuniu com os prefeitos (Foto: Saul Schramm)Ministro Carlos Marun esteve nesta sexta-feira em Aquidauana e se reuniu com os prefeitos (Foto: Saul Schramm)

Em reunião com o ministro Carlos Marun, o prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro, pediu a construção de uma nova entrada para o município para evitar que fique novamente isolado em caso de novas enchentes.

Ribeiro também aproveitou a oportunidade para pedir outras melhorias não relacionadas aos estragos provocados pela chuva, como a revitalização do centro da cidade e as obras na MS-419. Segundo ele, as melhorias na rodovia vão ajudar no desenvolvimento do município e também ajudarão a diminuir o isolamento no período chuvoso.

Na lista de pedidos também tem a construção de 211 casas populares, já aprovada, mas que ainda aguarda a liberação de recursos do governo federal. "Estou pedindo socorro, estamos num momento difícil, sem dinheiro e sem estrutura. Só percebemos isso em um momento difícil como este", disse o prefeito.

Ribeiro também voltou a pedir ajuda para que a população possa ajudar com doações. "Agora precisamos de doação utensílios domésticos", pediu, citando o colchão como uma das necessidades dos desabrigados.

Relatório da Secretaria Municipal de Assistência Social aponta que os três abrigos públicos de Aquidauana conta com 51 famílias, totalizando 154 pessoas entre crianças, adultos e idosos. A prefeitura informou ainda que 597 pessoas cadastradas foram encaminhadas estão em casas de familiares.

Na reunão com Marun, a prefeita de Miranda, Marlene de Matos Bossay, pediu uma ambulância adaptada para que possa atender a população em casos excepcionais, como nesta semana. Marun informou que o pedido deve ser atendido e se comprometeu a entregar três ambulâncias para os municípios de Anastácio e Miranda.

Envie seu Comentário