09/08/2017 15h50

Prefeitura de Ponta Porã retoma projeto do Parque Tecnológico Internacional

Prefeito Hélio Peluffo recepciona parceiros e técnicos para encaminhamentos de decisões

Divulgação
 
 
Reunião tratou de pautas sobre o Parque Tecnológico (Foto Lécio Aguilera) Reunião tratou de pautas sobre o Parque Tecnológico (Foto Lécio Aguilera)

O prefeito Hélio Peluffo recepcionou técnicos e diretores de entidades parceiras em reunião para encaminhar providências para viabilização do Parque Tecnológico Internacional (PTin), tendo como pautas a definição da futura área, discussão do conceito e governança do PTin.

O encontro, no gabinete do prefeito, contou com a presença Nelson Vieira Fraga Filho ( do gabinete do Senador Waldemir Moka), Raul Alfonso Rodrigues (FAMASUL), Amauri Ozorio Nunes (FECOMERCIO), Leandro Noves (FIEMS), Marcos Vilanueva (IFMS), Flávia Rosa Santos Silva e Everton Perussi (SEBRAE), Adir Teixeira Oliveira (Coordenador Regional do Governo do Estado), Daniel Frainer (SEMAGRO), Lucio Flávio Suvakozawa e Karlen Karin Obeid (UEMS), Luan Carlos Silva (UFGD), Jardel Matos (UFMS), além de Sérgio Yonamine e Tito C. M. de Oliveira, representantes da prefeitura de Ponta Porã.

Na abertura, o prefeito Hélio Peluffo salientou que o PTin foi criado há três anos e que a sua gestão vai acelerar o processo e concretizar esse empreendimento, muito importante para a região de fronteira. Nesse aspecto, a Prefeitura de Ponta Porã está buscando alternativas para sua viabilização, considerando assim que, para a administração atual, este é um assunto prioritário. O prefeito salientou a necessidade de compartilhar suas ações com as entidades participantes e a perspectiva de compartilhar atuações e reafirmar parcerias.

Um dos principais pontos debatidos na reunião foi sobre a futura área para acomodar o Parque Tecnológico Internacional. O prefeito Hélio Peluffo informou que várias alternativas estão sendo estudas pelo Executivo, incluindo a possibilidade da cedência da área por parte do Exército Brasileiro.

Dentre as opções, esclareceu o Prefeito Hélio – está a busca alternativas de viabilizem a aquisição da área em parceria com a iniciativa privada. A prefeitura, conforme o prefeito, está estudando uma proposta de criar um "Complexo Tecnológico de Produção e distribuição (CTPD)" onde, nele estaria presente uma área destinada ao PTin, outra a Receita Federal, outra área para instalação de "porto seco" e, uma outra ainda com capacidade para abrigar empresas de serviço, comercial e industrial de caráter estritamente privado.

Quanto aos conceitos, foi provada a proposta da tríplice-hélice, com a governança compartilhada entre as universidades, o poder público e as empresas da base tecnológica. Os parceiros participantes da reunião definiram demandas e encaminhamentos a serem providenciadas, como a captação de recursos para a efetiva implantação dos projetos do PTin.

Envie seu Comentário