14/05/2018 15h50

Presidente da Câmara de Vereadores, Cândido Gabinio é o entrevistado da semana

Candinho abordou diversos assuntos em sua entrevista

Por: Dora Nunes
 
 
Foto: Tião PradoFoto: Tião Prado

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Ponta Porã, Cândido Gabínio (Candinho), esteve no programa FM em Notícias apresentado pelo jornalista Tião Prado na rádio 91.5 FM Cerro Corá, onde falou de como vem conduzindo os trabalhos legislativos na Casa de Leis ressaltando que ter o apoio dos vereadores companheiros é de suma importância para o desenvolvimento dos trabalhos. Ressaltou que já foram realizadas duas audiências públicas as quais trataram sobre o trânsito e segurança.

Acerca das audiências com temas polêmicos, o presidente enfatizou a importância de todos os vereadores terem a liberdade de votarem conforme sua convicção. "Realmente os temas são bastante discutidos, projetos passam pelas comissões, o nosso jurídico tem nos acompanhado e dado suporte a todos os vereadores com discussões saudáveis até a votação", afirmou Cândido Gabinio, lembrando ainda que quando algo beneficia a população, geralmente é votado por unanimidade.

Recentemente, o Executivo enviou para a Casa de Leis projeto sobre o aumento do salário em regime de urgência onde alguns vereadores votaram contra a urgência, mas no final, a votação foi unanime para o aumento de 3% servidores municipais e professores. "Essa foi uma matéria de extrema preocupação por parte dos vereadores, tanto que tivemos reuniões, anteriores a votação, com o prefeito que, juntamente com sua equipe, mostrou a real situação do município nesse momento", afimrou, lembrando que a solicitação por parte dos professores era de aumento de 6,8%, mas o prefeito Hélio peluffo Filho, nesse primeiro momento, e ainda atendendo a todos os outros servidores, concedeu aumento de 3% a todos os cerca de 3 mil servidores. Com a unanimidade dos votos, Candinho acredita que todos os vereadores entenderam que era necessário esse aumento, apesar de não atender os professores em sua totalidade, mas abrangeu os demais servidores que, inclusive, ano passado, não tiveram aumento de salário.

Outro ponto destacado pelo presidente da Casa de Leis, é de que Ponta Porã está com suas contas ajustadas, com credores recebendo em dia, não existindo restos de contas a pagar de um mês para o outro, ainda mais num tempo de crise onde é necessário trabalhar com responsabilidade e não com o "achismo".

Outro assunto abordado foi a operação tapa buraco que está acontecendo na cidade, onde o presidente Cândido Gabínio afirmou que essa é a resposta do Executivo as solicitações dos vereadores que levam os anseios da população pelas suas indicações, lembrando que as chuvas do início do ano prejudicaram um pouco o andamento do serviço. "Outra obra que vai ajudar muito é uma obra do governo do Estado que é o recapeamento na ordem de 7 milhões de reais, onde as principais avenidas serão recapeadas e com isso sobrará menos tapa buracos para a prefeitura o que proporcionará o atendimento de bairros mais distantes", afirmou o vereador.

Falando sobre as eleições que se aproximam, Cândido Gabínio disse que é normal os vereadores acompanharem seus partidos, lembrando que alianças surgem e diz acreditar que dentro da Câmara não haverá nenhum problema, destacando que existe respeito por parte de todos os vereadores. "O vereador não precisa acompanhar tudo o que o prefeito fala; ele tem sua posição e nõs, como presidente do PSDB e da Câmara, penso que tudo fluirá de forma tranquila", afirmou.

Cândido Gabínio lembrou que no fim do mês haverá audiência pública para prestação de contas do Executivo, legislativo e Previporã, ressaltando a importância da participação da população nessa audiência, pois é ali que o contribuinte verá onde foi gasto e aplicado o dinheiro dos recursos do município e depois vem votação da Lei de diretrizes Orçamentárias.

Haverá recesso de 15 dias da Cãmara de Vereadores e ao voltarem já estará em época de campanha e os debates poderão ser mais acalorados, onde cada edil estará defendendo o seu pensamento. "Apesar de ter poucas pessoas presentes nas sessões, o acompanhamento das pessoas nas redes sociais tem sido satisfatório", afirmou o vereador.

Finalizando, questionado sobre o aumento do horário de funcionamento do comércio em Ponta Porã, sendo das 6 às 22h, Cândido Gabínio informou que esse foi um projeto bastante discutido, lembrando que o trabalho será dividido em turnos e não de forma ininterrupta como alguns munícipes acreditam que será.

 

Envie seu Comentário