23/12/2017 06h20

Puccinelli se anuncia pré-candidato ao governo de MS durante reunião do PMDB

Ex-governador disse se sentir mais 'maduro' e que foi convencido por integrantes do partido.

G1 MS
 
 
Ao lado de Marun, Pucinelli se lança pré-candidato ao governo de MS (Foto: Ariovaldo Dantas/TV Morena)Ao lado de Marun, Pucinelli se lança pré-candidato ao governo de MS (Foto: Ariovaldo Dantas/TV Morena)

André Puccinelli é o pré-candidato do PMDB ao governo de Mato Grosso do Sul na próxima eleição. O anúncio foi feito por ele mesmo nesta sexta-feira (22) durante coletiva de imprensa realizada após encontro que reuniu integrantes cúpula do partido, em Campo Grande.

Aos jornalistas o ex-governador disse que se sente 'mais maduro' e que, incialmente, havia recusado o convite, mas foi convencido por integrantes do PMDB a representar a legenda numa disputa à chefia do executivo estadual.

Carlos Marun (PMDB) participou do encontro juntamente com senadores e deputados estaduais. Além de mostrar apoio a Puccinelli, o ministro da Secretaria de Governo do presidente da República, Michel Temer falou sobre a importância de se aprovar a reforma da Previdência.

Investigação

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), é investigado pela Polícia Federal (PF) e nega ser chefe de esquema investigado pela operação Lama Asfáltica.

Ele é suspeito de envolvimento em fraudes de licitações e corrupção com dinheiro público. A suspeita é que o prejuízo aos cofres públicos seja de R$ 150 milhões, somente com fraudes detectadas nesta 4ª fase de investigação de desvios de recursos destinados a serviços e compras públicas, entre eles de obras em rodovias e aquisição de livros.

Já usou tornozeleira eletrônica e, em novembro, foi preso na quinta fase da operação Lama Asfáltica, denominada Papiros de Lama. Dessa vez, o filho, André Puccinelli Júnior, foi para a cadeia também. Eles passaram uma noite no Presídio Militar estadual e respondem à investigação da PF em liberdade.

Envie seu Comentário