23/02/2018 14h50

Vereadora Neli solicita limpeza de centro de lazer no Bairro Parque dos Ipês II em Ponta Porã

De acordo com Neli, a indicação referida é uma solicitação dos moradores daquela região

 
 

Durante a sessão ordinária realizada na tarde desta terça-feira, 20 de fevereiro, a vereadora Neli Abdulahad encaminhou uma indicação ao prefeito Hélio Peluffo Filho, com cópia ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, solicitando limpeza do centro de lazer do bairro Parque dos Ipês 2.

De acordo com Neli, a indicação referida é uma solicitação dos moradores daquela região, principalmente próximo à área de lazer do bairro, localizadas entre as ruas Algacir Pissini e Izabelino Novaes. "Em decorrência das constantes chuvas tem aumentado a proliferação de animais peçonhentos no local, o que gera preocupação dos moradores", ressaltou a vereadora.

Operação tapa buraco

A segunda indicação realizada pela vereadora Neli foi encaminhada ao prefeito, Hélio Peluffo, com cópia ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso e ao gerente da Sanesul, Alyson Gomes da Fonseca, e solicita o serviço de operação tapa buraco na Rua Digno Torres Gimenes, no bairro Flamboyant.

Em sua justificativa, a parlamentar explicou que a mencionada rua se encontra com um grande buraco que causa transtornos para os moradores daquela região. "Segundo os moradores, há um cano da rede de saneamento com vazamento, portanto enquanto o problema não for solucionado, o buraco voltará a aparecer no decorrer do tempo", disse Neli.

Limpeza no pátio de Ceinf

Durante a sessão ordinária, a vereadora Neli também indicou que seja feita uma limpeza no pátio do Ceinf Professora Eurora Ramos de Oliveira, no bairro Jardim Estoril.

Neli disse que os moradores do bairro pedem que seja feita a limpeza do referido ceinf, devido o retorno das aulas. "O mato no ceinf está muito alto tomando conta do pátio, fato que tem preocupado os professores e os pais de alunos. Sabemos que o matagal contribui para a proliferação de insetos e animais peçonhentos, que transmitem doenças para crianças atendidas, bem como para os profissionais que atuam neste estabelecimento de ensino, assim como os pais que circulam pelo local nos horários de entrada e saída das atividades educativas", finalizou.

Envie seu Comentário