08/02/2018 12h20

Hospital Regional de Ponta Porã inicia atualização de software para melhorar assistência aos pacientes

O curso de capacitação para os enfermeiros terá início este mês, mas a diretora de Enfermagem do Hospital Regional, Giulia Brey já recebeu o treinamento e testou o programa

 
 

O software de gestão hospitalar utilizado pelos funcionários do Hospital Regional Dr. José Simone Netto, o Wareline, foi atualizado com um módulo específico para o setor de enfermagem, que já está em processo de implantação. O módulo enfermagem irá trazer mais segurança aos pacientes e otimizar o trabalho dos enfermeiros, possibilitando que todo o histórico do paciente na unidade seja cadastrado no sistema.

O curso de capacitação para os enfermeiros terá início este mês, mas a diretora de Enfermagem do Hospital Regional, Giulia Brey já recebeu o treinamento e testou o programa. "Nós já usávamos o sistema Wareline, mas agora os enfermeiros terão um módulo próprio no sistema. Essa ferramenta possibilitará fazermos ainda mais registros desde a admissão do paciente até a alta melhorada. Tudo ficará registrado, e posteriormente se o paciente quiser saber de qualquer cuidado que foi prestado a ele na unidade, conseguimos gerar um relatório", disse.

"Agora com esse módulo, os gestores poderão ter um controle melhor em relação aos pacientes e dos profissionais de enfermagem. Todas as informações registradas poderão ser acessadas e assim ter um controle melhor de prontuários e informações dos pacientes, e agilizar o trabalho deles. Antes as informações eram preenchidas à mão, o que dificultava a geração de relatórios", explicou o récnico de suporte do sistema Wareline, Eduardo Oliveira.

Através do programa, também é possível, com um único clique, possível observar quantos leitos estão vagos e por quem estão ocupados. Todas as informações dos pacientes ficam registradas numa base dados.

"Nosso objetivo é colocar tudo cem por cento no sistema, e assim melhorar a qualidade do serviço prestado ao paciente. Isso também aumentará a produtividade dos enfermeiros, que não precisarão registrar manualmente, sobrando mais tempo para se dedicarem aos pacientes", completou a diretora de Enfermagem.

A previsão é de que até o mês de março, todos os colaboradores de enfermagem já estejam utilizando o sistema efetivamente nas suas atividades.

Envie seu Comentário