31/10/2017 18h40

Setor de enfermagem do HR de Ponta Porã cruzarão os braços nesta quarta -feira, 01/11

Sem reajuste Salarial e com Más Condições de Trabalho, Enfermagem do Hospital Regional de Ponta Porã Cruzarão os Braços Nesta Quarta Feira 01/11.

Divulgação: Dora Nunes
 
 

Os profissionais de Enfermagem (auxiliares, técnicos e Enfermeiros) do Hospital Regional de Ponta Porã Ms Dr. Jose Simone Neto, atualmente administrado pela OS Instituto Gerir, deliberaram em assembleia ocorrida no dia 25 de outubro pelo indicativo de Greve, devido a péssimas condições de trabalho que os trabalhadores vem enfrentando diariamente e também devido a não aplicação do reajuste salarial conforme convenção coletiva de trabalho da categoria. O sindicato de Enfermagem SIEMS notificou a instituição há dois meses quanto a percentual que deveria ser aplicado aos salários dos profissionais retroativos a Maio deste ano, mês data base da categoria e até a presente data a empresa não manifestou-se quanto ao oficio.

Diante do descaso referente ao reajuste salarial e da sobrecarga de trabalho que tem exposto profissionais e pacientes a riscos, foi publicado o edital o edital de indicativo de Greve para o dia 01 de Novembro a partir das 07h00m em protesto ao silêncio da empresa em solucionar o empasse apontado.

Durante o protesto os atendimentos serão reduzidos, 30% do efetivo manterão os atendimentos nas enfermarias e 50% nos setores de urgência emergência, nenhum caso de urgência e emergência deixará de ser atendido.

O Hospital Regional de Ponta Porã Dr. Jose Simone Neto administrado pelo Instituto Gerir desde 2016 está Localizado no Município de Ponta Porã Ms distante 343 km da Capital e atualmente é responsável pelo atendimento nas áreas de urgência e emergência, ambulatorial, internação nas especialidades de clínica médica, cirúrgica, gineco-obstétrica e pediátrica para uma população de mais de 203.561 habitantes que além do município de Ponta Porã também atendem a demanda dos municípios da micro região sendo eles Amambaí, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.

Lázaro Santana

Presidente - SIEMS

Envie seu Comentário