20/01/2018 10h50

Mulher procura por filhos desaparecidos no ano 1984 e que estariam em Amambai

As últimas informações recebidas apontam que Maria da Luz e Leonilson estariam morando em um assentamento rural do município.

Amambainoticias
 
 
A senhora Santilia Casturina Salustino de Rezende procura filhos desaparecidos / Foto: ReproduçãoA senhora Santilia Casturina Salustino de Rezende procura filhos desaparecidos / Foto: Reprodução

A senhora Santilia Casturina Salustino de Rezende está à procura de seus filhos do primeiro casamento e segundo as últimas informações recebidas eles estão morando em um assentamento rural do município de Amambai.

Os filhos são Maria da luz e Leonilson, que há muitos anos se separaram da mãe, tendo desaparecidos junto com a avó, Vitalina Pereira Viana. Após diversos direcionamentos, finalmente Santilia sonha em encontra-los aqui no município.

Maria da luz nasceu em 29 de agosto de 1979 e Leonilson nasceu em 01 de maio de 1981 no sitio do senhor Patrício no Salto do Ariranha, localizado no município de Ariranha do Ivaí, no estado do Paraná. Segundo Santilha, eles foram embora mais ou menos no ano de 1984.

Hoje Santilia é casada, tem quatro filhos do atual casamento e reside na cidade de Monte Mor, no estado de São Paulo. As irmãs de João foram encontradas e residem na localidade de Rio do Tigre, no município de Cândido de Abreu, no estado do Paraná e também querem encontrar os sobrinhos e o irmão.

A nora de Santilia, Adriana Sanches, foi quem entrou em contato com a redação do jornal eletrõnico Amambai Notícias e pede encarecidamente que repassem qualquer informação sobre o paradeiro dos irmãos no número: (019) 99410-8431.

 
Essa foto é de Maria da Luz e Leonilson ainda crianças e foi cedida por um primo, José Viana dos Anjos / Foto: ReproduçãoEssa foto é de Maria da Luz e Leonilson ainda crianças e foi cedida por um primo, José Viana dos Anjos / Foto: Reprodução

História

Aos 14 anos de idade, dona Santilia, mais conhecida como Castinha, se amasiou com João Maria, mais conhecido como João Tigrinho, na cidade de Ariranha do Ivaí no Paraná. Tiveram quatro filhos, Maria da luz, Leonilson, Ana e Augustinho.

Ana faleceu ainda pequena de meningite e Augustinho faleceu de desnutrição. Neste período em que o Augustinho nasceu e faleceu, Castinha ficou muito doente, não tinha leite e ficou desnutrida também, então foi para a Cidade de Ivaiporã, no Paraná – cidade mais próxima de Ariranha do Ivaí - para se tratar.

Quando Santilia voltou para casa, João já havia encontrado outra esposa, então esta retornou para Ivaiporã. Antes de ir embora, pediu para levar seus filhos Maria da luz e Leonilson com ela, tendo a ex-sogra aceito e combinado o dia para que ela viesse busca-los.

No dia que voltou para Ariranha do Ivaí para buscar os filhos, não havia ninguém em casa e os vizinhos disseram que eles anoiteceram e não amanheceram lá. Desesperada, dias depois, teve a notícia de que eles poderiam estar em Candido de Abreu, no Paraná, mas como não eram registrados, não conseguiu encontra-los em nenhum cartório da região.

Cerca de 20 anos atrás recebeu a notícia de que teriam ido para uma invasão de terras em La Paloma, no Paraguai, mas não conseguiu encontra-los e só recentemente, recebeu a informações que teriam vindo morar em um assentamento rural, localizado no município de Amambai.

Envie seu Comentário