12/07/2017 08h50

Onça-parda é resgatada de rodovia depois de ser atropelada

Animal morreu e será usado em trabalhos educacionais da polícia

Correio do Estado
 
 
Onça-parda foi resgatada, mas morreu - Foto: Divulgação/PMOnça-parda foi resgatada, mas morreu - Foto: Divulgação/PM

Polícia Militar Ambiental (PMA) resgatou onça-parda na manhã de hoje às margens na BR-163, próximo a cidade de Eldorado. Animal havia sido atropleado, mas apesar do resgate com vida, não resistiu e morreu.

Além dos militares, funcionários da CCR MSVia participou do recolhimento da onça. Foi identificado que se tratava de um macho adulto.

Animal foi encaminhado para Campo Grande e será taxidermizado para ser utilizado nos trabalhos de educação ambiental da PMA.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A Educação Ambiental feita pela PMA é realizada pelos Policiais e pelas crianças e adolescentes do Projeto Florestinha, na Capital e Interior em forma de oficinas.

Além da visitação ao museu de animais e peixes taxidermizados (empalhados), com palestra sobre fauna, pesca, atropelamentos de animais silvestres, tráfico, etc., também é realizado o teatro de fantoches, com peças envolvendo vários temas ambientais.

Ademais, o projeto fala sobre o plantio de mudas, com palestra sobre desmatamento, erosões e importância da flora, reciclagem de papel, com palestra sobre os problemas relacionados aos resíduos sólidos.

Também sobre o ciclo da água, com palestras sobre o uso sustentável, poluição e escassez dos recursos hídricos.

ONÇA-PARDA

A onça-parda, puma, ou suçuarana é encontrada em todas as Américas, desde o Canadá, ao extremo sul da América do Sul. Vive em torno de 15 anos e em alguns locais pode atingir até 100 quilos.

É um animal solitário e prefere viver em lugares de difícil acesso, florestas, desertos e montanhas. Geralmente caça ao entardecer.

Envie seu Comentário