16/02/2018 13h40

Senai de Maracaju capacita trabalhadores para atender unidades da Biosev em dois municípios

Os cursos foram ofertados no âmbito do FAT (Fundo de Amparo do Trabalhador) e tiveram duração de três dias.

 
 

O Senai de Maracaju capacitou 118 trabalhadores das unidades da indústria sucroenergética Biosev localizadas nos municípios de Maracaju e Rio Brilhante nos cursos de aperfeiçoamento de NR 31 e NR 31.12, que tratam sobre segurança no trabalho no manuseio de agrotóxicos e segurança no trabalho no manuseio de máquinas e implementos, respectivamente. Os cursos foram ofertados no âmbito do FAT (Fundo de Amparo do Trabalhador) e tiveram duração de três dias.

Para o gerente do Senai de Maracaju, Luis Patrick de Andrade Soares, a competitividade das empresas tem uma relação direta com a qualificação dos colaboradores. "Não existe outro caminho, podemos investir em bons equipamentos, no melhor maquinário, mas, se não tiver o recurso humano preparado para essa tecnologia, para esse novo método de trabalho, não vai adiantar", destacou, completando que a soma de esforços tem como objetivo alavancar o desenvolvimento econômico da região, promovendo a competitividade das indústrias e gerando emprego e renda por meio da geração de empregos para os moradores de Maracaju e Rio Brilhante.

"A união do Senai com a iniciativa privada terá um importante reflexo na criação de oportunidades para os municípios. Os profissionais que hoje atuam nas unidades da Biosev estão mais qualificados para o mercado de trabalho, enquanto a indústria poderá priorizar a contratação do trabalhador local para os cargos mais altos, o que muitas vezes não acontece em razão da falta de qualificação", afirmou o gerente do Senai de Maracaju, Luís Patrick de Andrade Soares.

Os cursos de NR 31 e NR 31.12 foram ministrados na unidade de Biosev em Maracaju pelos instrutores Oséias Carvalho Rodrigues e Rene Licetti de Morais. O instrutor Rene Licetti destacou a importância da capacitação dos profissionais. "Estamos preparando esses trabalhadores para o futuro e isso passa pelo ensino e profissionalismo. Quem busca conhecimento está, com certeza, à frente dos demais concorrentes porque o mercado de trabalho só aceita os mais qualificados e devemos dar essa oportunidade para os nossos profissionais", analisou.

Já o instrutor Oséias Carvalho informou que o objetivo foi capacitar e orientar os colaboradores da empresa quanto às regras de prevenção de acidentes de trabalho na operação com máquinas e equipamento. O funcionário Eder Cezar Santos, 40 anos, disse que o curso teve 100% de aproveitamento e foi muito esclarecedor e dinâmico, enquanto o colaborador Josias Barbosa da Silva elogiou a parceria do Senai com a Biosev. "Quanto mais iniciativas como essa existirem, melhor para o desenvolvimento dos municípios onde atuamos. O que mais precisamos para crescer, hoje, é conhecimento. Ele pode nos ajudar a alçar voos mais altos", garantiu.

Envie seu Comentário