Início Região Para segurança e retomada da economia, MS já disponibilizou 1,4 milhão de...

Para segurança e retomada da economia, MS já disponibilizou 1,4 milhão de vacinas para trabalhadores


Para contribuir com a segurança e saúde pública, além da retomada da economia, Mato Grosso do Sul já disponibilizou 1,4 milhão de doses de vacina contra Covid-19 para trabalhadores de diferentes segmentos, como saúde, educação, segurança, indústria, transporte e limpeza.

Segundo dados do “Vacinômetro”, 1,2 milhão de doses já foram direcionadas aos profissionais de saúde, que desde o começo da pandemia estão na “linha de frente” no atendimento aos pacientes com Covid, nas unidades de saúde e hospitais do Estado. Eles inclusive já estão tomando a “terceira dose”, junto com os idosos.

Outro grupo que teve prioridade foi a educação, que já recebeu mais de 76 mil doses aos professores e profissionais do setor, inclusive contribuindo para o retorno às aulas presencias na rede estadual de ensino, que voltou no dia 04 de outubro nas 79 cidades do Estado.

Vacinação de profissionais da segurança (Foto: Sejusp)

A segurança também foi contemplada com 19,6 mil doses, já que os policiais e bombeiros tiveram papel primordial durante a pandemia, com a ajuda na distribuição dos imunizantes, assim como na fiscalização das restrições impostas durante o período, entre elas o “toque de recolher”, que foi definido por cada município e agora já não está mais em vigor no Estado.

Um dos pilares da economia, os trabalhadores do setor industrial não pararam durante a pandemia, por isso também entraram nos grupos prioritários da imunização, tanto que já receberam 89,8 mil doses contra Covid-19, sendo 43,4 mil para 1° dose, 10 mil na dose única (Janssen) e 36,3 na segunda dose.

Representantes do setor de áreas como frigoríficos, alimentos e vestuário, destacaram que a vacinação dos profissionais foi fundamental para dar segurança e tranquilidade para a manutenção das atividades, assim como a retomada dos investimentos e empregos.

Outros setores também entraram nos grupos prioritários, como os profissionais de limpeza (4,4 mil doses) e os trabalhadores de transporte (46,4 mil), funcionários do setor portuário (521), entre outros grupos que também foram incluídos no processo de vacinação pelos municípios do Estado.

Destaque nacional

Secretário Geraldo Resende ao lado do governador (Foto: Chico Ribeiro)

A vacinação em Mato Grosso do Sul desde janeiro se tornou destaque nacional, estando nas primeiras colocações na aplicação da primeira e segunda dose, liderando por grande período o ranking dos estados. Um dos fatores é a distribuição dos imunizantes em menos de 12 horas aos 79 municípios.

O governador Reinaldo Azambuja pediu “mutirões” de vacinação nos municípios, com o lema “vacina no braço e não na geladeira” e ainda incentivou a população a completar o ciclo de vacinação, ao tomar a segunda dose assim que chegasse sua vez no calendário de cada município.

O Estado já chegou a 77% da população vacinada ao menos com a 1° dose e 66% já com imunização completa (segunda dose ou dose única). Se levar em conta a população adulta, este percentual sobe para 95% e 81% respectivamente. Já foram aplicadas 3,9 milhões de doses no Mato Grosso do Sul.

Leonardo Rocha, Subcom
Foto Capa: Sejusp/Arquivo

Fonte: Governo MS
Comentários