20.6 C
Ponta Porã
sábado, 2 de julho, 2022
InícioComportamentoPsicóloga explica como inteligência emocional pode ser aliada de traders e punters

Psicóloga explica como inteligência emocional pode ser aliada de traders e punters

Fazer apostas esportivas de maneira profissional demanda muito emocionalmente e, por isso, o trabalho da psicóloga Jéssica Modesto é tão importante. Especializada em Terapia Cognitiva Comportamental, ela começou a atuar com traders e punters em 2017, após observar o comportamento de seu marido e dos amigos ao realizarem as apostas esportivas.

Ela notou que eles tinham dificuldades em controlar o emocional e seu comportamento. “Quando perdia, era clima de velório. E quando ganhava, parecia que o Brasil tinha ganhado a Copa”, diz ela. Esse turbilhão de sentimentos despertou a curiosidade da psicóloga, que começou a investigar mais a fundo esse assunto.
Ter sucesso em apostas requer saúde emocional

Jéssica explica para o Odds Scanner que o trade é basicamente dividido em 20% técnica e 80% emocional. Por isso, conhecer as melhores técnicas é importante, mas não mais do que trabalhar as habilidades emocionais que vão ajudar a trazer resultados cada vez melhores.

A Psicóloga do Trader destaca, portanto, que é fundamental o autoconhecimento do apostador e que ele desenvolva as competências necessárias para atuar no ramo. Isso trará confiança para o profissional, fazendo com que se sinta pronto para os desafios do dia-a-dia que o trade e as apostas esportivas exigem.

“A ganância é uma grande inimiga do trader”

Ao começar a atender profissionais do mundo das apostas esportivas, Jéssica notou um ponto em comum: a vontade de gerar dinheiro o mais breve possível. “O pensamento que vem dessas pessoas é: ‘Se o outro consegue, eu também consigo’.” Um dos fatores que contribui para esse comportamento é a facilidade para entrar nesse universo, o que gera a cultura do imediatismo.

Apesar da facilidade de começar a jogar e da possibilidade de conseguir algum lucro inicialmente, as chances de perder tudo também são altas caso a técnica e o emocional do apostador não estejam bem trabalhados. 

“A ganância é uma grande inimiga do trader. Em busca do sucesso, ele não percebe que está arriscando mais do que deveria”, diz a psicóloga. Porém, esse comportamento não pode ser confundido com ambição, que, no caso, ocorre quando a pessoa quer melhorar sua vida junto com as pessoas que estão ao seu redor. Por outro lado, a ganância é quando a pessoa só pensa em si próprio e nunca está satisfeito com as suas realizações.

Ansiedade é inimiga de traders e punters
Diversas áreas de trabalho atualmente envolvem altas cargas de ansiedade e nas apostas não seria diferente. Por isso, conseguir controlar esse sentimento é um dos pilares fundamentais para ter mais inteligência emocional ao fazer palpites e conseguir seguir um planejamento. O problema é que muitas pessoas se veem como reflexo de seus próprios resultados.

Jéssica explica que as entradas positivas ou negativas são determinadas de acordo com o método usado pelo apostador. Porém, muitos profissionais não conseguem enxergar a situação com esse distanciamento e acabam interpretando que eles são suas apostas e operações. Nesse sentido, o trabalho da psicóloga busca conduzir as pessoas em uma busca pelo autoconhecimento. 

Ela conta que, quando procurada, em geral os apostadores já estão no seu limite e sentem que não há mais o que fazer, então decidem buscar ajuda. Porém, esse processo é muito doloroso, especialmente para o público masculino. Ver todo seu investimento em conhecimento e técnicas não funcionar é frustrante. Mas Jéssica diz que isso acontece “não porque a técnica não funciona, mas porque ele não tem emocional”.

Por isso a importância de consultar profissionais que poderão auxiliar traders e punters nesse universo tão divertido, mas que exige responsabilidade e cautela.

MAIS LIDAS