20/02/2018 07h20

'O Outro Lado do Paraíso': Adriana retira rim com tumor maligno. 'Corre risco'

Advogada passa por cirurgia de urgência para retirar o órgão do lado esquerdo

Purepeople
 
 
Adriana (Julia Dalavia) é operada com urgência para remover rim com câncer maligno, no capítulo que vai ao ar dia 16 de março de 2018, na novela 'O Outro Lado do Paraíso' © Divulgação, TV GloboAdriana (Julia Dalavia) é operada com urgência para remover rim com câncer maligno, no capítulo que vai ao ar dia 16 de março de 2018, na novela 'O Outro Lado do Paraíso'
© Divulgação, TV Globo

Adriana (Julia Dalavia) terá a suspeita de câncer confirmada na novela "O Outro Lado do Paraíso" e passará por uma cirurgia de urgência para retirar o lado esquerdo do órgão. Depois de uma nova internação que deixa Renato (Rafael Cardoso) com a suspeita de um tumor, a advogada é diagnosticada pelo médico Aguiar (ainda sem ator), que informa à paciente e a Henrique (Emílio de Mello) sobre a gravidade do caso.

Segundo o colunista Daniel Castro, no dia 16 de março Adriana vai à consulta e o médico tenta esconder dela o resultado dos exames. "Melhor falar sozinho com seu pai", fala. "Ouça aqui, doutor. Você também, pai. Eu sou maior de idade, formada. Já defendi casos no tribunal. Sou capaz de ouvir uma notícia que não seja favorável. É o que tem a me dizer, não, doutor? Uma notícia que não é tão boa?", questiona a filha de Elizabeth (Gloria Pires), de quem não consegue se aproximar por guardar rancor. "Exames de imagem nem sempre são conclusivos. Inicialmente, o diagnóstico foi um cisto, mas se trata de um tumor. Um tumor maligno. Entendam, como médico, procuro sempre dar boas notícias. Eu não quis me precipitar antes de ver os resultados finais", afirma o especialista.

Adriana reclama por Aguiar ter demorado em falar sua suspeita. "Era melhor ter falado das suas suspeitas desde o início, doutor", fala. "Nem todos os pacientes são corajosos como você. Alguns preferem a notícia amenizada", se justifica o doutor, mas a irmã de Clara (Bianca Bin), que conseguirá evitar um golpe de Sophia (Marieta Severo), garante que suporta ouvir a verdade. O médico, então, informa sobre a necessidade da realização de uma cirurgia o mais rápido possível. "Eu gostaria de dizer que com a quimioterapia tudo seria resolvido. Devido à localização e características infiltrantes do tumor, o rim esquerdo perdeu suas funções. É impossível que volte ao normal. Eu aconselho com veemência a sua retirada. O rim direito está trabalhando sozinho. Se extirparmos o esquerdo é mais seguro, sob todos os aspectos. Inclusive em relação a uma possível metástase", conta, afirmando ainda que ela conseguirá viver normalmente com somente um rim. "Como se refere a um tumor maligno de comprometimento renal, aconselho uma operação de caráter de urgência", completa. Adriana é firme: "Se é urgente, vamos operar. Amanhã".

Assim como pede a filha de Henrique, que já estará separado de Jô (Barbara Paz), sua operação será agendada para o dia seguinte ao diagnóstico e, após o procedimento, o médico procura os familiares para passar notícias da paciente. "Agora ela tem só um rim. Vamos ver como ele se comporta", diz. O diplomata questiona se ela corre algum risco e ele não descarta as possibilidades. "Sempre há. Se houver algum problema... Sempre há riscos. Se entrar em um táxi e perguntar se há riscos, o motorista estará mentindo se disser que não. O carro pode bater. Eu estaria mentindo se dissesse que não há risco", afirma. Patrick (Thiago Fragoso), por quem Adriana já declarou seu amor, tenta acalmar Henrique: "Ele está dizendo que a Adriana corre risco, sim. Mas é melhor não pensar nisso agora".

Envie seu Comentário