18/01/2018 17h

MC Diguinho é acusado de apologia ao estupro em música.

Por cantar versos como "Taca bebida, depois taca pi$# e abandona na rua", o funkeiro é acusado de fazer apologia do estupro.

GDN
 
 

MC Diguinho tem sido alvo de críticas nas redes sociais por causa da música "Só Surubinha de Leve", que terá o clipe lançado nesta quarta-feira (17). Por cantar versos como "Taca bebida, depois taca pi$# e abandona na rua", o funkeiro é acusado de fazer apologia do estupro.

Em um post no Instagram sobre o vídeo, o artista recebeu comentários como "Lixo humano" e "Machista". "Você praticamente cometeu um estupro ao cantar isso! Deveria ser preso", disse uma internauta.

Em 2 de setembro, o MC lançou uma versão do hit no Soundcloud, que já conta com 886 mil reproduções.

No YouTube do famoso, há dois vídeos com o áudio da canção, ambos publicados em 11 de dezembro de 2017. Um deles tem 169 visualizações, e o outro mil.

Em 14 de dezembro, o áudio foi divulgado no canal Legenda Funk no YouTube, onde soma mais de 14 milhões de visualizações.

Em 15 de janeiro deste ano, Diguinho mostrou no Twitter que vídeo dos bastidores, em que aparece dançando em uma escada acompanhado de um grupo mulheres.

Vale lembrar que além de comentários críticos no próprio post do funkeiro, houve outras manifestações que condenam os versos da música e pedindo ao Spotify que exclua a faixa do serviço.

Envie seu Comentário