09/01/2018 15h40

Ratinho é denunciado pela Defensoria Pública após comentários homofóbicos.

Processo administrativo poderá ser instaurado.

Mídia Max
 
 

Ratinho resolveu recentemente se manifestar contra as produções da Rede Globo terem homossexuais e agora a Defensoria Pública do Estado de São Paulo ofereceu uma denúncia administrativa contra o apresentador do SBT.

Segundo a Veja, a Defensoria Pública pede para que a Secretaria de Estado de Justiça e Defesa da Cidadania puna Ratinho instaurando um processo administrativo e ainda aplicando multa a ele por discriminação homofóbica.

Na última quinta-feira (04), Ratinho publicou em seu Instagram um vídeo criticando a minissérie "Entre Irmãs": "A Globo colocou viado até em filme de cangaceiro, gente? Naquele tempo não tinha viado, não. Você acha que tinha viado naquele tempo? É muito viado". Depois da repercussão, ele ainda tentou se explicar dizendo que o comentário foi uma brincadeira e que os homossexuais gostam dele.

O defensor público Rodrigo Leal afirmou que a fala do apresentador "é uma verdadeira exposição ampla via internet de ofensas homofóbicas proferidas contra os homossexuais de forma geral, tomando a homossexualidade masculina como algo negativo e ruim que, necessariamente, desqualificaria e depreciaria a programação de uma emissora de televisão".

Envie seu Comentário