Campo Grande

Preparadores físicos de alta performance oferecem treino de corrida de graça

Atividade é praticada todos sábados, a partir das 8h, no Parque dos Poderes em frente ao Corpo de Bombeiros

10/01/2019 16h - DN

 

Calçar o par de tênis, vestir uma roupa confortável e começar a correr. A atividade é simples e não tem mistério, mas pode trazer danos ao corpo dos praticantes. De olho nesse cenário- inspirado pela febre que se tornou a corrida em Campo Grande-, o coach Eder Wagner e a equipe da W30 Perfomance Humana vêm oferecendo instruções de graça todos os sábados, a partir das 8h, na entrada do Parque dos Poderes, na Avenida Poeta (em frente ao Corpo de Bombeiros). "Como toda atividade física, uma corrida pode gerar problemas, principalmente se for realizada sem a devida orientação. Assim, surgem lesões por falta do fortalecimento muscular ou pelo excesso de corridas", explicou Eder Wagner.

Com dicas de exercícios e instruções sobre cuidados com a pisada, a passada, a velocidade e o volume de corridas, os profissionais esperam transformar os praticantes amadores em pessoas conscientes que vão correr a vida inteira. "Com a consciência corporal, todos terão condições de manter sempre a atividade na sua rotina até a terceira idade. Porém, é preciso entender que, como um carro, o corpo tem limite de quilometragem rodada", comparou.

Na maioria das vezes, segundo o professor de Educação Física Eder Wagner, quem começa a correr se esquece do descanso e, anestesiados pelo bem-estar provocado pela corrida, saem disparados por aí como animais. "Os primeiros movimentos acionam 70% de todos os músculos do corpo, o que faz com que a temperatura suba e o organismo se ajuste, fazendo a pele transpirar. Depois, o cérebro começa a liberar adrenalina, substituída em seguida pela endorfina, o hormônio do prazer, o que provoca o vício pela atividade", comentou.

Dessa maneira, empresas em Mato Grosso do Sul passaram a investir em corridas de ruas e se tornaram costumeiras no calendário de eventos da cidade. "Atraídas pela alegria de quem corre ou pelas fotos postadas nas redes sociais ou até mesmo pelas propagandas, muitas pessoas encaram a primeira corrida e vão em várias, mas não buscam conhecimento sobre as consequências ao corpo e acabam sofrendo lesões e ficam afastadas da pista. Para mudar essa realidade, desejamos divulgar os procedimentos mais indicados aos corredores ou aqueles interessados em começar a correr", explicou o coach Eder Wagner.

Resultados

O operador de tratamento de água em Campo Grande, Fabrício Gonçalves Gusmão, de 33 anos, começou a correr em 2014, incentivado por um evento da empresa onde trabalha. Mesmo com perfil físico favorável para a atividade (magro e saudável), o trabalhador sempre enfrentava dores após a atividade. Nos últimos dois anos, ingressou no programa de alta performance da equipe W30 e conquistou resultados significativos. "Eu fiz na minha primeira prova de 5km em 20 minutos e não conquistava premiação nem por categoria. Na última corrida, fiz 10 km em 36 minutos, consegui o primeiro lugar na geral e não sinto nenhuma dor", comemorou o corredor.

Para Fabrício, os treinos gratuitos de sábado no Parque dos Poderes, o fortalecimento muscular de 30 minutos de segunda a sexta, a alimentação adequada e o descanso fazem a diferença em seu desempenho. "Eu convido todos os corredores a experimentarem um sábado com a W30. Lá, podem ir os experientes, quem nunca correu e pensa que não consegue correr", disse.

Mais informações sobre o treino gratuito: 3306-5695, 99884-5418 e 9 9222-4848 (Eder Wagner).

Envie seu Comentário