10/01/2018 15h40

Internauta flagra pneus expostos a céu aberto em escola.

Os itens foram colocados ao lado de sacos de lixo sem nenhum tipo de "cobertura".

Douradosnews
 
 

Pneus expostos a céu aberto de forma a serem possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti. O fato foi flagrado por um internauta nas dependências da Escola Estadual Castro Alves, região central do município.

Os itens foram colocados ao lado de sacos de lixo sem nenhum tipo de ‘cobertura’, conforme é possível verificar na imagem.

No município tem chovido constantemente e com isso a possibilidade de acúmulo de água parada nos pneus sendo consequentemente um atrativo para reprodução do mosquito Aedes Aegypti é alta. O inseto é transmissor de doenças como a dengue, febre chikungunya e zika vírus.

Conforme a coordenadora do Centro, Rosana Alexandre da Silva, servidores foram até ao local, após informados por nossa equipe da denúncia e constataram a situação.

Rosana afirmou que aproximadamente 20 pneus estavam armazenados irregularmente na unidade escolar. Esses não possuíam larvas de mosquito no seu interior, de acordo com a coordenadora, mas serão retirados pela equipe já nesta quarta-feira (10) para prevenir tal situação.

Ela destacou ainda que a diretoria da escola informou que tem realizado limpeza no local e inclusive contrataria uma caçamba de entulho para retirar resíduos e os pneus.

Conforme levantamento da SES (Secretaria de Estado de Saúde) com análises até o dia 30 de dezembro, em Dourados em 2017 foram notificados 164 casos de dengue, o que aponta baixa incidência.

Índices de alta incidência foram registrados no ano nas cidades de Camapuã, São Gabriel do Oeste, Eldorado, Jaraguari, Amambaí, Três Lagoas, Água Clara, Corumbá, Bonito, Guia Lopes da Laguna, Costa Rica, Alcinópolis, Bandeirantes, Ivinhema, Santa Rita do Pardo, Bataguassu e Paraíso das Águas.

O CCZ informou ainda que um novo levantamento de casos de dengue está sendo realizado no município e deve ser concluído nesta semana. Este norteará os mutirões de combate ao Aedes Aegypti que terão início neste mês.

Envie seu Comentário