Foto: Douradosnews

Douradosnews

Ele estava em uma das celas do 1º Distrito Policial em Dourados.

Fernando Souza Gonçalves, 31, que confessou ter assassinado o secretário de Agricultura Familiar de Dourados, Alceu Junior Silva Bittencourt, 36, no sábado (4/7), foi transferido na tarde desta segunda-feira (6/7) à PED (Penitenciária Estadual). 

Ele estava em uma das celas do 1º Distrito Policial desde a noite de domingo (5/7), quando foi preso. 

Devido a pandemia do novo coronavírus, o suspeito não passou por audiência de custódia antes de ser encaminhado ao presídio. 

Nesta manhã, o delegado Rodolfo Daltro, titular do SIG (Setor de Investigações Gerais), ouviu o rapaz sobre o crime e afirmou que ele possa ter sofrido surto esquizofrênico antes de esfaquear duas vezes a vítima. 

Daltro também descartou que a briga entre os dois tenha sido motivada pelo não uso de máscara pelo acusado, uma das hipóteses apontadas no dia do assassinato para justificar a ação. 

Fernando sofre de esquizofrenia e há algum tempo parou de tomar a medicação, começando o uso de bebidas alcoólicas e entorpecentes, principalmente maconha.

A prisão 

O suspeito foi preso na noite de domingo (5/7) em uma barreira sanitária localizada na avenida Presidente Vargas, na saída para Itaporã. Ele estava embriagado e portava uma porção de maconha dentro do GM Celta. 

Junior Bittencourt, como era conhecido, foi morto com golpes de faca no pescoço enquanto cortava o cabelo de um cliente. 

Comentários