Por: Eloir Vieira

“E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem” (Mt 24.39).

A segunda vinda de Jesus Cristo, não será para perdoar pecado, curar pessoas e pregar o evangelho. A vinda do Filho do Homem será marcado por grande aflição na terra; tempo de angústia, de justiça, de julgamento e destruição dos homens ímpios: “Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo e da perdição dos homens ímpios” (2ªPe 3.7).

Assim como foi no tempo de Noé e do dilúvio, assim será a segunda vinda de Cristo: “E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem. Comiam, bebiam, casavam e davam se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam. Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, consumindo a todos. Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar” (Lc 17.26-30).

Deus viu tanta maldade na terra, que chegou a se arrepender de ter criado o homem. Achando graça somente em Noé, homem temente a Deus! O Senhor decidiu livrar Noé e sua família, bem como um casal de cada animal, e destruiu toda a terra, com um grande dilúvio. Morreram todos afogados (Gn capítulos 6,7,8, 9). O mundo antigo se acabou de baixo d’agua (Gn 7.17-24). A Palavra de Deus é anunciada; o arrebatamento, o julgamento; mas a maioria da humanidade, zomba e não crê no evangelho de Cristo.

Deus livrou Noé e sua família do dilúvio. Jesus, também livrará os crentes em Cristo, da destruição da terra pelo fogo: “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo mundo, para tentar os que habitam na terra” (AP 3.10); “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele” (1ªTs 5.9,10).

Haverá um grande livramento para as pessoas que temem ao Senhor, que vivem em comunhão com Deus. Esse livramento é chamado de arrebatamento: os que morreram em Cristo serão ressuscitados, e os que vivem em comunhão com Cristo, serão arrebatados (1ªTs 4.16,17; 1ªCo 15.51,52). O problema é que as pessoas não estão crendo na vinda do Senhor em breve, e não estão preparadas para serem arrebatadas!

Ninguém sabe o dia nem a hora em que o Senhor Jesus virá! Por isso, devemos estar preparados, esperando o arrebatamento, para ser livrado da grande ira do Senhor que vem por aí: “Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir” (Mt 25.13). “Portanto, estai vos também apercebidos; porque virá o Filho do Homem à hora que não imaginais” (Lc 12.40). Prepare-se, Jesus está voltando!

Comentários