“E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade” (2ªPe 2.2).

Alienação é um conceito que designa indivíduos que estão alheios a si próprios, tornando-se escravos de atividades ou instituições humanas, devido a questões econômicas, sociais ou ideológicas. Refere-se também à diminuição da capacidade dos indivíduos em pensarem e agirem por si próprios.

Um alienado, equipara-se a uma marionete, um fantoche, que é manipulado por alguém que exerce domínio sobre ele, determinando e ordenando seus movimentos e atividades. Na religião, o alienado aprende e pratica tudo o que lhe for ensinado por uma liderança, conforme a vontade dela, e nem sempre sendo embasada na verdadeira Palavra de Deus.

No tocante à religião, cada indivíduo, deveria estudar a Bíblia Sagrada, em oração, pedindo a Deus o entendimento, o discernimento de toda a verdade, para não ser enganado, manipulado e alienado por mestres, doutores, falsos profetas aproveitadores: “E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição” (2ªPe 2.1).

A Bíblia sagrada, fornece todas as orientações necessárias, e alertas importantes para uma boa comunhão com Deus, dentro das doutrinas do evangelho de Cristo. O problema é que, algumas pessoas, não tiram tempo nem têm disposição para estudar e pesquisar sobre os ensinamentos das Escrituras. Preferem ouvir e obedecer a instrutores, que nem sempre, e nem tudo o que dizem corresponde às doutrinas de Cristo. Assim são facilmente manipuladas e alienadas por quem exerce controle sobre elas.

Os falsos ensinos são praticados por aproveitadores que, disfarçadamente, introduzem mentiras, na mente do alienado, que acredita e obedece, pois, busca curas, milagres, soluções de problemas, e acreditam nas suas falsas promessas: “E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade” (2ªPe 2.2).

O alienado não se dá conta de que está sendo enganado, pois, assim como os falsos mestres, também têm a mesma ambição de adquirir fama, poder, dinheiro e prazeres carnais: “E, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais, já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita” (2ªPe 2.3).

Não seja alienado! Seja independente; livre pensador, estudando a Bíblia e aprendendo com o Espírito Santo, o verdadeiro e bom Mestre Consolador. Deus abençoe!

Comentários