07/02/2017 07h10

Vítima teve problemas respiratórios e três paradas cardíacas no hospital

Correio do Estado

Associação de Vítimas de Erros Médicos irá pedir a exumação do corpo de Gislaine Costa Perez, de 24 anos, que morreu depois de quebrar o pé em uma festa e ter complicações no hospital, em Ponta Porã.

Detalhes sobre o caso serão repassados hoje, terça-feira (7), em coletiva de imprensa na Capital.

Gislaine morreu no dia 29 de janeiro, em Ponta Porã. Ela estava em uma festa, quando torceu o pé e teve fratura.

Vítima foi encaminhada ao Hospital Regional do município, onde teve problemas respiratórios e morreu depois da terceira parada cardíaca.

De acordo com o site Ponta Porã Informa, no último sábado (11), parentes e amigos da vítima protestaram pedindo justiça e cobrando explicações sobre o caso. Cerca de 80 pessoas caminhou por ruas da cidade até o Hospital Regional.

Conforme o site, no atestado de óbito causa da morte consta como indeterminada e exames para diagnosticar as causas ainda não ficaram prontos.

Família afirma que Gislaine foi vítima da precariedade do Pronto Socorro e de negligência médica.

Gislaine morreu dia 29 de janeiro - Foto: Reprodução / Facebook

Comentários